AGUARDE
01 novembro 2016

"Mulheres que Amamos"

Ilustração: Andy Massena

Quando lancei a exposição Ellas by Massena me deparei com uma série de situações incríveis: senhoras de mais de 70 anos me dizendo que se sentiram mais bonitas depois de visitarem a exposição, depoimentos emocionados das modelos e outras tantas demonstrações de que eu estava no caminho certo ao mostrar mulheres reais e sua verdadeira beleza.

Com a divulgação na mídia, infelizmente no meio de tanta positividade, também ouvi e li comentários que me entristeceram muito. Não porque falavam diretamente do meu trabalho ou das ilustrações, mas porque ofendiam diretamente as modelos. Algumas pessoas usaram palavras agressivas pra descrevê-las e mostraram o lado nebuloso do ser humano. 

Na semana passada a Playboy publicou o ensaio fotográfico da primeira modelo plus size a posar para a revista: Juliana Romano, blogueira, linda e bem resolvida.  Ainda bem que o mundo muda. Ainda bem que as mulheres terão a chance de mostrar que são muito mais do que corpos esguios e poses pré-determinadas como "sensuais”. A revista pretende justamente isso, mostrar que existem tipos de sensualidade que vão além de fotos manipuladas no Photoshop, aonde as modelos fazem caras e bocas como se não houvesse sensualidade em ser natural.

Acredito que muitas mulheres, que buscam se enquadrar em um padrão de beleza muitas vezes inatingível, irão se sentir mais belas com suas gordurinhas, dobrinhas, coxas grossas, seus olhares poderosos, seus gestos delicados e tudo mais que faz parte de seus corpos e da forma de se expressarem.

E para os maldosos de plantão fica a lição de que há beleza na diversidade. Hoje estou de alma lavada!

Tags:
COMPARTILHAR