AGUARDE
05 maio 2015

A fé no surfe

A religião, presente na vida de tantos brasileiros, é o combustível que move muitos surfistas

O primeiro título da elite mundial de surfe conquistado por um brasileiro evidenciou ainda mais o quanto o Brasil é um país religioso. Gabriel Medina, Filipe Toledo e Adriano de Souza normalmente agradecem publicamente a Deus após cada conquista. Mas essa relação entre esporte e religião não é uma exclusividade do surfe.
Captura de Tela 2015-05-05 a?s 18.45.39Na Grécia Antiga, a prática esportiva tinha um caráter sagrado, divino. Com o tempo essa relação entre esporte e religião foi se afastando, mas voltou a se fortalecer com o crescimento do número de evangélicos no mundo inteiro.

Para quem não se lembra, na Copa do mundo de futebol da Alemanha em 2002 a Fifa não gostou da oração do time brasileiro após a conquista do penta e repreendeu a seleção canarinha. Já na Copa do mundo da África do Sul, eles formalmente pediram aos jogadores que evitassem manifestações religiosas.Seleção de futebol reza na Copa e incomoda a FIFA. Foto: Internet

Seleção de futebol reza na Copa e incomoda a FIFA. Foto: Internet

No surfe, que é um esporte individual, a religião muitas vezes se torna um parceiro psicológico, que pode fazer a diferença. No caso do campeão mundial, Gabriel Medina, o caminho da fé veio através da mãe, Simone, que conhece como única forma de criar os filhos longe das coisas ruins o evangelho.

Eu, como mãe, só conheço um meio de proteger meus filhos, que são os princípios de Deus. Achei dentro disso um manual para viver bem longe das coisas ruins.

Nesta terça-feira, 5 de maio, sob a benção de Nossa Senhora de Nazareth, começou na praia de Itaúna, o Saquarema Pro 2015 e foi atrás da opinião dos surfistas estrangeiros sobre esta fé que move muitos competidores brasileiros que a equipe do Woohoo foi atrás. Veja a seguir o que eles acham da fé verde e amarela e qual é a religião deles.

A seguir uma participação da família Medina no culto da igreja Bola de Neve. Após o depoimento da mãe Simone, Gabriel Medina conversa com os fiéis a partir do 11º minuto e 33º segundo.

Tags:
COMPARTILHAR