AGUARDE
10 dezembro 2015

A promessa Jack Robinson

Campeão da triagem do Pipe Masters, Jack Robinson é o futuro nome do surfe

Apontado como “o retorno de Andy Irons”, Jack Robinson tem como maior incentivador o pai, Trevor Robinson, que colocou o garoto em contato com o mar quando ele tinha uns 3 anos de idade. Aos 8, o surfista, que saiu de uma região pequena do oeste australiano, já era monitorado pelas maiores marcas de surf do planeta, já que ele competia contra meninos com o dobro da idade dele e vencia.

Levado pelo pai, Jack já encarou algumas das ondas mais temidas do planeta como The Box, aos 12 anos de idade, Pipeline e Teahupoo. O resultado desta habilidade e dedicação são títulos impressionantes apesar da pouca idade. Aos 14 anos, o australiano foi o número 1 na votação da revisa americana Surfer, categoria Groms, aos 16 deixou até os havaianos impressionados ao vencer um desafio júnior do circuito americano em Sunset. A lista de surfistas de ponta que já se impressionou com a habilidade do garoto é extensa e inclui o 11 vezes campeão mundial Kelly Slater, o big rider Grant “Twiggy” Baker, e o conterrâneo de Jack Robinson, Taj Burrow.

Ele tem um talento natural, especialmente para os tubos, mas o arsenal de aéreos dele também impressiona

Jack Robinson

Jack mostrando atitude em The Box. Foto: Ryan Miller

De olho na elite do surfe mundial, Jack Robinson segue ganhando experiência em surf trips e participando de eventos. A estreia do garoto em Pipeline aconteceu no Pipe Masters de 2014 e mesmo não tendo saído com a vaga para o evento principal, Jack fez história, já que ser chamado para o Pipe Invitational aos 16 anos não é para qualquer um.

Jack Robinson

Em 2014, Jack participou de seu primeiro evento em Pipeline. Foto: WSL

Em seu segundo ano na triagem do Pipe Masters, o resultado foi diferente. Após pegar apenas um tubaço para Pipe, Jack arrancou um 9.43 dos juízes e não precisou fazer mais nada para ser o campeão do Pipe Invitational 2015.

Tags:
COMPARTILHAR