AGUARDE
20 fevereiro 2017

Aquela incansável busca pela onda perfeita

Inspirado pelo vídeo do Mick Fanning, Bruno Bocayuva acredita em muitas outras ondas perfeitas e inexploradas

O universo do surfe parou quando Mick Fanning lançou o vídeo “Ain’t no wave Pool”. A sequência de direitas tubulares impressionou não só pela perfeição, mas também pelo fato de não ter mais ninguém surfando com Mick.

Parte da campanha da Rip Curl Live The Search, o vídeo não revela o endereço desse pico e justamente por conta disso as especulações em torno desse lugar movimentaram a internet e foi parar na coluna do chefe de redação do Woohoo, Bruno Bocayuva, no News.

 

Veja abaixo alguns picos irados e descobertos na última década:

  • Skeleton Bay (Namíbia)

Com 2,1 quiilometros de extensão, a esquerda de Skeleton Bay, na Namíbia, é uma das ondas mais desejadas do planeta. Descoberta em 2009, e apresentada ao mundo por Kepa Acera, essa onda recebeu tantos surfistas que até regras para surfar lá foram criadas.

 

  • Kandui (Indonésia)

Destino muito procurado por surfistas do mundo inteiro, a Indonésia vira e mexe ganha um novo pico do momento. O caso de Kandui, na Indonésia, ganhou fama em 2015, quando um swell consistente atingiu o lugar e nomes como Craig Anderson, Dean Morrinson, Paulo Moura e Jean da Silva viralizaram vários vídeos e fotos.

 

  • Nazaré (Portugal)

Apresentada ao universo do surfe, principalmente o das ondas grandes, por Garret McNamara, Nazaré, em Portugal, abriu uma nova dimensão para essa modalidade. Destino monitorado regularmente, Nazaré já sediou uma etapa do BWT.  

 

  • P-Pass (Micronésia)

O spot conhecido como P-Pass é famoso por suas incríveis direitas tubulares e perfeitas. Situado na ilha de Pohnpei, na remota Micronésia, P-Pass permanece praticamente intocado e livre de turistas.

 

  • Cave (Portugal)

Localizada em Ericeira, a Cave ajuda a colocar a cidade portuguesa entre os melhores destinos de surfe da Europa. Mesmo não sendo gigante, a Cave é muito perigosa por conta do fundo rochoso e da força que as ondulações de norte e noroeste atingem essa região.

 

  • Riyuewan (China)

A China não é especialmente conhecida por ser um destino de surfe, mas reserva algumas surpresas com belas praias intocadas e ondas totalmente livres. Várias dessas praias, como Riyuewan, encontram-se na ilha tropical da Hainan, no Mar da China Meridional.

 

Tags:
COMPARTILHAR