AGUARDE
24 setembro 2018

Austrália domina mundial master de surfe

Confira aqui as principais notícias dos esportes de ação e cultura dessa segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Após uma semana de muitas histórias e surfe, o mundial master da World Surf League foi decidido nos Açores, em Portugal. A organização que definiu os finalistas das três categorias em jogo na sexta-feira, voltou para água no domingo, 23 de setembro.Na decisão entre os homens com mais de 55 anos, um fato se repetiu após 28 anos. Isso porque em 1989, no dia 23 de setembro, dia do aniversário de Rob Bain, o australiano comemorava a vitória dele no primeiro evento de surfe profissional realizado em Portugal. Agora, quase três décadas depois, Rob mais uma vez ganhou um título como presente de aniversário. O australiano demorou a se encontrar, mas no final do embate após somar um 8.17 e um 8.93, Rob deixou o também australiano Cheyne Horas precisando de uma combinação de notas para reverter o resultado.


Rob Bain comemora aniversário com um título mundial. Foto: WSL / Masurel 

Realizado pela primeira sob a chancela na World Surf League, o mundial master feminino teve uma rainha no andar mais alto do pódio. Layne Beachely, que é a recordista de títulos mundiais da elite, agora começou a coleção de troféus na master. A heptacampeão mundial superou na decisão a havaiana Rochelle Ballard. Apesar de ter aberto o embate com um consistente 6.50, Rochelle não teve sorte na busca de sua segunda nota e teve que se contentar com o segundo lugar. Emablada pela conquista, Layne Beachley comentou sibre a possibilidade de ver a compatriota Stephanie Gilmore se igualar a ela no número de títulos mundiais.

Para finalizar, a bateria decisiva entre surfistas de 45 e 55 anos mais uma vez colocou Austrália e Havaí em lados opostos. Naturalizado havaiano após ter abandonado o circuito mundial Shane não conseguiu superar Dave Macaulay, que somou 14.43 pontos contra 12.20 do adversário.

 

    

Tags:
COMPARTILHAR