AGUARDE
13 agosto 2019

Austrália e Espanha dominam as vitórias do PWA de Tenerife

Depois de muita espera, evento acontece em apenas um dia

Os melhores windsurfistas do mundo tiveram que esperar seis dias até o vento acontecer. E as ondas prometidas chegaram para mais uma etapa da Copa do Mundo na modalidade Wave, que aconteceu em Tenerife, nas Ilhas Canárias. Os atletas não deram trégua e proporcionaram um dia inteiro da competição que rendeu as vitórias do australiano Jaeger Stone pela primeira vez e da espanhola Iballa Moreno que continua a dominar as ondas de El Médano.

Os competidores foram desafiados pelos primeiros duelos em ventos fracos, mas no final, os especialistas em vento aproveitaram as condições cada vez melhores. Na semifinal, o australiano Jaeger Stone enfrentou Ricardo Campello, da Venezuela, e Philip Köster, da Alemanha, teve que competir contra seu arquirrival espanhol, Victor Fernandez.

Os adversários da semi-final provaram ser quase iguais. No entanto, Köster não foi capaz de marcar. Com 19,93 a 20,29 pontos, Köster perdeu para o espanhol Victor Fernandez e conseguiu, na melhor das hipóteses, chegar ao terceiro lugar. O australiano Jaeger Stone venceu Ricardo Campeão e garantiu um lugar na final ao lado de Fernandez. E na última disputa, não fez diferente, representou. Ele venceu sua primeira Copa do Mundo com 23,75 pontos contra 20,56 do espanhol.

Na classificação feminina Justyna Sniady, Sarah-Quita Offringa, Iballa Ruano Moreno  e Lina Erpenstein qualificaram-se para as semis. Mesmo que a Lina Erpenstein e a Sarah-Quita Offringa tinham chances de vencer, em Tenerife, elas só puderam competir pelo terceiro e quarto lugares. A doze vezes campeã mundial de Freestyle, Sarah-Quita Offringa, não quis fazer tão feio e conquistou o terceiro lugar.

Na final, Iballa Ruano Moreno, de 41 anos, mais uma vez mostrou sua experiência. Ela esperara pacientemente pelas ondas certas, mesmo atrasada em relação a adversária.  E, por fiml, ela conquistou uma merecida vitória contra a ambiciosa polonesa Justyna Sniady. Sniady é agora o número um no ranking mundial devido aos seus pontos conquistados.

 

Tags:
COMPARTILHAR