AGUARDE
16 janeiro 2017

Backdoor Shootout 2017 chega ao fim com vitória de Koa Rothman e Kalani Chapman no hospital

Havaiano tomou uma vaca em Pipeline e teve que ser reanimado ainda na areia antes de ser hospitalizado

Depois de um Pipe Masters sem graça no fim do ano passado, a edição de 2017 do Backdoor Shootout foi coroada com condições excelentes em Pipeline, na costa norte da ilha havaiana de Oahu. O evento, que é somente para convidados e é feito em homenagem a Duke Kahanamoku, durou três dias e deu o que falar. Na sexta-feira, dia 13, durante a última bateria do campeonato, o havaiano Kalani Chapman pegou uma bomba para Pipeline e quase perdeu a vida, saindo desacordado da água. Kalani teve que ser reanimado pelos guarda-vidas do North Shore antes de ser encaminhado ao hospital.

 

 

A bateria final foi adiada para o domingo, dia 15, e quem se deu melhor foi o havaiano Koa Rothman, campeão do evento. Ainda na sexta-feira, o sobrinho de Eddie Rothman pegou a onda do campeonato. Koa desceu numa bomba para Pipeline e depois de alguns segundos dentro do tubo, saiu perfeito na baforada. A onda entrou para a competição Wave of the Winter, promovida pelo site Surfline.com. Nas redes sociais, Koa não podia acreditar no que tinha feito e dedicou essa onda mágica ao amigo Kalani Chapman.

 

 

Koa Rothman sagrou-se campeão do evento, enquanto o time Weedmaps, formado pelos surfistas Bruce Irons, Tyler Newton, Mason Ho e Nate Fletcher, levou a melhor na disputa por equipes.

 

Tags:
COMPARTILHAR