AGUARDE
16 março 2015

Carissa Moore é a campeã do WCT da Gold Coast

Havaiana derrotou Stephanie Gilmore na bateria decisiva para ficar com o título

Na última sexta-feira os campeões da primeira etapa do WCT da temporada foram conhecidos e Snapper Rocks, na costa dourada australiana. Enquanto na batalha masculina a vitória inédita do brasileiro Filipe Toledo foi uma surpresa, a conquista de Carissa Moore entre as mulheres já era esperada. Ainda que as atenções estivessem voltadas para o retorno bombástico de Silvana Lima ao circuito, autora da única nota 10 entre as mulheres, ou para a australiana hexacampeã do mundo Stephanie Gilmore, não dava para deixar de lado a sede de vitória da havaiana.

Na sexta-feira decisiva Carissa eliminou a norte-americana Lakey Peterson nas quartas de final e a australiana Tyler Wright na semifinal. Do outro lado da chave Stephanie Gilmore barrou a brasileira Silvana Lima nas quartas e a havaiana Tatiana Weston-Webb na semifinal. Digamos que a bateria final em Snapper teve gostinho de revanche, já que no ano passado Moore foi eliminada por Gilmore na semifinal e a aussie acabou ficando com o título da prova. Dessa vez, com 18,43 pontos na soma das duas melhores ondas, Carissa não deu chances à sua principal rival e largou na frente na briga pelo título mundial de surfe feminino de 2015.

Histórico de Carissa Moore na Gold Coast

Em 2010, seu primeiro ano no WCT, Carissa perdeu nas oitavas de final para a peruana Sofia Mulanovich e teve que se contentar com a nona posição.

No ano seguinte, aos 18 anos, a surfista da Ilha de Oahu derrotou a australiana Tyler Wright na bateria final e sentiu o gosta da vitória numa das provas mais tradicionais do circuito.

Em 2012 a havaiana foi barrada nas quartas de final pela australiana Tyler Wright. Já em 2013 ela parou na semifinal ao ser derrotada por outra australiana, Sally Fitzggibons.

Tags:
COMPARTILHAR