AGUARDE
29 agosto 2019

Centenário de Jackson do Pandeiro é celebrado com discos, peça, documentário e shows

 

Se estivesse vivo, o paraibano José Gomes Filho, conhecido mundialmente como Jackson do Pandeiro, completaria 100 anos no próximo dia 31 de agosto. Considerado o rei do ritmo, ele deixou um legado inquestionável para a música brasileira e para comemorar esse centenário projetos incríveis estão saindo do papel. Jackson influenciou diretamente artistas como Gilberto Gil, Lenine, Alceu Valença e Geraldo Azevedo, que vai fazer um show amanhã em São Paulo com músicas de Jackson. O pesquisador musical Rodrigo Faour, que em 2016 editou na Universal a caixa “O Rei do Ritmo”, prepara novo resgate, agora pela Sony com faixas gravadas no final dos anos 50. 

 

Jackson do Pandeiro e Geraldo Azevedo, 1977 / Reprodução facebook Geraldo Azevedo

 

Marcus Vilar e Cacá Teixeira  estão preparando o documentário “Jackson — Na batida do Pandeiro”, que traz entrevistas inéditas de amigos e familiares do músico. Já no teatro sua vida será retratada em "O marco do Rei do ritmo - Um musical em cordel". O espetáculo está em fase de seleção de elenco e previsto para ser apresentado na cidade de Campina Grande (PB) dentro da programação da 10ª edição do Festival Internacional de Música de Campina Grande (FIMus).

 

 

Tags:
COMPARTILHAR