AGUARDE
08 junho 2018

Chef, escritor e apresentador Anthony Bourdain morre aos 61 anos

O mundo é feitos de vários “mundos” e eles muitas vezes não se comunicam. Isso até algo trágico ou extraordinário acontecer. Então, não perca tempo lamentando por não ter conhecido Anthony Bourdain antes de sua morte. Isso mesmo. O chef, escritor e apresentador foi encontrado morto num quarto de hotel em Estrasburgo, França, nessa sexta-feira, dia 8. Bourdain estava na cidade para gravar a décima primeira temporada de seu programa  Parts Unknown, que vai ao ar na CNN. O primeiro a se deparar com a cena foi o amigo de Bourdain e também apresentador de TV e chef, Éric Ripert. A causa da morte ainda não foi confirmada, mas a suspeita é que o americano tenha cometido suicídio. 

O chef, que virou escritor “best seller” e apresentador de TV, deixou sua marca por onde passou…e essa marca foi a da verdade. Verdade dos sentimentos que se transformavam em palavras. Escritas ou faladas elas tinham um grande poder de comunicação. Ele podia acabar com a reputação de um profissional estrelado e dar status a uma barraquinha de esquina sem mudar o tom. Inconformado, iconoclasta, ácido, punk, e rebelde sãos rótulos e adjetivos frequentemente usados para defini-lo.  

Bourdain nasceu em Nova York, mas cresceu em Nova Jersey, tinha ascendência francesa pelo lado de seu pai, que seria filho de imigrante fugido da Primeira Guerra Mundial. Na trajetória profissional se formou na Culinary Institute of America e depois de passar por alguns restaurantes pequenos, começou a ser reconhecido quando assumiu o posto de chef executivo da Brasserie Les Halles, de Nova York, mas que tinha filiais em Washington, Miami e Tóquio.

Já no universo das letras Bourdain ganhou o mundo pela primeira vez com o livro ‘Cozinha confidencial’, que foi definido como: uma Blitz impiedosa pelo universo da alta gastronomia, contando os segredos mais sórdidos e divertidos. Antes dessa publicação ele já tinha se arriscado no mundo das letras, mas foi depois do sucesso retumbante, que ele passou a ser reconhecido como autor.   

Dos livros para a TV foi um pulo. Sua primeira incursão foi no Food Network com ‘A Cook’s Tour’. Depois veio ‘No Reservation’ no Travel Channel. Foi aí que ele solidificou seu estilo e ampliou sua audiência. De reconhecido passou a ser reverenciado e temido. Já em 2012 aceitou um convite da CNN e trocou de casa para comandar o ‘Parts Unknown’, que no Brasil ganhou o nome de Viagem ao desconhecido.

Bourdain deixou uma filha, Arienne e um legado de humildade e honestidade que deve servir de exemplo independentemente do que você faz da vida.

 

Tags:
COMPARTILHAR