AGUARDE
09 janeiro 2015

Coelhinha do Surfe

A Capa de Playboy que também arrasa dentro d'água

O site da  Surf Europe Magazine publicou entrevista exclusiva com a húngara Sylvi Bodi, Coelhinha da Playboy. A gata faz muito sucesso como modelo e ainda faz bonito pegando onda. Traduzimos tudo pra você. Check it out...

 

modelo na praia

Como que você começou a surfar?

Minha primeira viagem para Bali foi há 5 anos e tive minha primeira aula com um amigo. Eu ainda era uma iniciante quando fiz minha primeira trip para G-Land, dois anos depois, e não senti medo das ondas. Logo na primeira, eu levei um caldo bem forte. Bati no coral e quebrei, mas nem pensei em desistir. Sou guerreira e voltei para esperar a próxima série. Me dei bem e fui surfando até passar pela bancada de Speedies. Foi a melhor sensação da vida e me apaixonei pelo surfe pra sempre.

Como é a cena do surfe na Hungria? O lendário Miki Dora era de lá!

Eu conheço alguns húngaros que pegam onda, mas eles precisam viajar muito. A Hungria não tem saída para o mar, não temos praias. Estou tentando produzir e divulgar um programa de TV para mostrar pra eles como é excitante da cultura do surfe. Dora foi realmente uma lenda e influenciou muito a cultura do surfe. Pouca gente no mundo sabe que ele é húngaro.

2K1Y9506_ok3small

O surfe é um bom treino para a carreira de modelo? Bom para a alma?

Sinceramente o surfe não é um bom treino pra carreira de modelo. Eu uso muito a parte de cima do corpo e preciso malhar mais pernas e bunda. Para as meninas do Playboy e outras modelos eu não sei se o surfe faria esse bem pra alma. Pra mim ele faz e não tenho medo das cicatrizes.

Quem são seus surfistas preferidos? Kelly seria melhor com cabelo?

Eu tento descobrir de vez em quando o motivo de os surfistas mais estilosos do mundo serem cabeludos. Rob Machado e meu amigo Asher Pacey. Eu nunca vi alguem tão bom quanto ele para entubar de alaia em ondas pesadas. Ele tem muito estilo e isso conta... Nada contra os carecas. Eu adoro o Kelly e o Shane Dorian.

IMGL1905_3

O universo do surfe é machista? Você acha o Circuito Mundial Feminino muito ou pouco sexy?

Uma das melhores coisas do surfe é o contato com a natureza. Acho engraçado quando vejo caras no line up cheios de equipamentos como capacetes, botas e roupas de borracha. Eu adoro quando a agua toca a minha pele. Se eu pudesse surfar nua em todos os lugares eu surfaria. Quanto menor o bikini melhor. Eu aprendi que no Havaí um bikini pequeno faz com que os locais deixem você pegar mais ondas.

Que conselho você daria para meninas que desejam uma carreira no surfe ou na moda? Que conselho você gostaria de ter recebido quando era mais nova?

Eu acho que as duas carreiras são perigosas e competitivas, de maneiras diferentes. Como modelo, você está na mão da mídia. Você precisa ser forte por dentro. Muita gente tenta se aproveitar de você. O lado bom é que você pode criar arte e se expressar. É uma chance de inspirar outras pessoas. No surfe você está na mão da natureza, que é muito mais segura do que a mídia. Você corre riscos físicos, mas a recompensa vem muito mais rápido. Independente da carreira, a escolha tem que vir de dentro. Meu conselho é que elas sigam seus sonhos sempre.

Algumas capas da gata surfista:

sylvi bodi playboy

 

sylvi bodi

 

fhm  

Tags:
COMPARTILHAR