AGUARDE
06 maio 2016

Damn Am: No Brasil é mais gostoso

A edição brasileira de um dos circuitos de street amador mais importantes do planeta deu um banho em muito campeonato gringo e ficou com gostinho de quero mais.

Todo e qualquer bom entendedor das quatro rodinhas, com certeza, é conhecedor de uma das competições mais importantes do cenário do street skate amador: o Damn Am, disputa que reúne os melhores nomes do skate amador do mundo. O evento norte-americano, que é realizado há 15 anos, já passou por diversos lugares do mundo, como China, Portugal, Canadá e Holanda.Graças ao intermédio do skatista profissional brasileiro Kelvin Hoefler, entre os dias 28 e 30 de abril, o evento ancorou pela primeira vez no Brasil e América Latina. Como palco dessa festa, Hoefler escolheu a pista Alexandre Magno “Chorão”, em Santos, no litoral paulista, lugar onde deu seus primeiros passos no esporte.

Parque Roberto Mário Santini em Santos, São Paulo (Foto: Tadeu Nascimento)

A paixão em massa dos skatistas brasileiros não é novidade pra ninguém, foram mais de 500 inscritos nesta edição, que contou com a organização do Tampa em parceria com Street League Skateboarding, a maior e mais cobiçada liga de skate do planeta.

Carioca Sergio Santoro no comply fs tailslide.

No primeiro dia de batalhas, os 187 amadores selecionados e vindos de todos os cantos do país confirmaram suas inscrições e andaram muito em cima dos carrinhos lutando contra uma previsão do tempo que prometia abalar as estruturas do evento. Somente 30 avançaram na briga. 28 passaram para as semifinais e os dois melhores colocados das eliminatórias, o paranaense Lucas Alves e o gaúcho João Lucas Alves, ganharam o Golden Ticket e foram direto para a grande final.

João Lucas (RS) - 3º lugar (Foto- Julio Detefon)

Sob o julgamento dos skatistas profissionais Matt Milligan e Jordan Hoffart, além do tetracampeão mundial Kelvin Hoefler, os moleques protagonizaram uma festa inesquecível. Repleto de sequências de manobras impressionantes, com nível pro, o evento foi marcado por performances muito técnicas e estilo de sobra.

Comissão técnica (Foto: Julio Detefon)

Mas quem se destacou mesmo e proporcionou os melhores momentos do evento para o público foi o paranaense Lucas Alves. Em sua primeira competição internacional, Lucas fechou sua última volta com chave de ouro e um truque de gente grande sobre o corrimão, levando a galera ao delírio e conquistando o título de campeão de um dos mais importantes eventos de skate amador do Brasil.

Lucas Alves mandando um hardflip-bs-boardslide na final. (Foto: Julio Detefon)

Comemoração (Foto Julio Detefon)

Com a vitória, o garoto garantiu passagem de ida e volta para a cidade norte-americana de Tampa, além do Golden Ticket para a semifinal do Tampa Am 2016, que será realizado em novembro na Flórida. Quando questionado sobre sua preparação para competir na gringa, Lucas prometeu empenho:

 

"Lá deve ter um nível muito alto, vou me preparar bastante, andar bastante de skate e tentar deixar as manobras no pé pra acertar tudo.."

O cearense Lucas Rabelo foi outro que roubou a cena em Santos e garantiu o vice-campeonato. Já o gaúcho João Lucas ficou no terceiro posto dessa briga de importância internacional.

Lucas Rabelo (CE) - Vice-campeão (Foto: Julio Detefon)

Uma equipe do Woohoo foi conferir de perto essa festa e reuniu depoimentos e imagens exclusivas:

Tags:
COMPARTILHAR