AGUARDE
01 março 2018

Defay é destaque no QS 6.000 em Manly, Austrália

O Vissla Sydney Surf Pro, etapa do QS de nível 6.000, segue movimentando a região de Na Gales do Sul, na Austrália. Vinte e quatro mulheres seguem na corrida pelo título, entre elas a brasileira Silvana Lima. A nossa única representante na elite do surfe mundial registrou 16,07 pontos na sua bateria de estreia para avançar em primeiro lugar para quarta rodada. Mas o grande destaque do dia foi a francesa Johanne Defay, que cravou 18,10 pontos de vinte possíveis no último embate na terceira fase.  O evento masculino segue no mesmo ritmo que o feminino com 24 surfistas na briga pelo caneco de primeiro lugar. Vale destacar que o Brasil tem o maior número de competidores vivos no evento, são 11. O paulista Alex Ribeiro, que registrou o segunda maior somatório da terceira fase (16,96 pontos), vai enfrentar o cearense Michael Rodrigues e o catarinense Alejo Muniz na quarta fase. 

Alex Ribeiro luta pelo retorno para a elite / Foto: WSL

O norte-americano Griffin Colapinto roubou a cena e foi o grande recordista da rodada. O estreante do CT 2018 cravou 17,50 pontos de somatório no confronto, que eliminou os brasileiros Samuel Pupo e Raoni Monteiro. Quem também fez bonito nessa fase foi o australiano Reef Heatzlewood, que chegou perto da nota 10 na primeira bateria da terceira fase. 

A janela de realização do evento vai até o domingo, dia 04 de março. Fique ligado na programação do Woohoo ou assista ao vivo através do site da World Surf League. 

Tags:
COMPARTILHAR