AGUARDE
04 outubro 2016

Desafio da beleza

Ilustração: Andy Massena

A internet definitivamente colocou os seres humanos frente a frente com o quão grandes e quão pequenos podemos ser. Focando no tema da beleza, basta buscarmos por “padrão de beleza” em qualquer site de busca e nos deparamos com inúmeras demonstrações da manipulação humana.

Na China, por exemplo, ter um corpo feminino surpreendentemente magro e com seios fartos é tido como padrão da beleza ideal. Para se encaixarem nesse molde, muitas mulheres recorrem a cirurgias plásticas radicais, aumentando o busto e remodelando o maxilar para obterem um rosto mais fino.

Foi lá que uma rede social criou um desafio onde a busca da magreza extrema e a exibição desta magreza podem ser compartilhadas e comprovadas em fotos onde uma folha papel A4 é colocada na frente da cintura para mostrar o quanto a silhueta é fina. Estes desafios vem ganhando o mundo, fazendo com que as mulheres convivam com o fantasma de um ideal, de uma “perfeição” muitas vezes inatingível para certos biotipos.

Lamentavelmente meninas, adolescentes e mulheres lindas, em suas diversidades, lutam para atingir um ideal criado e manipulado pela indústria da beleza do momento e deixam de olhar pra si com olhos de aceitação e amor próprio. Encontram-se constantemente insatisfeitas e infelizes  com o que veem no espelho. Buscam corpos “ rotulados” e “padronizados” não percebendo que seus corpos são lindos simplesmente por serem únicos e por retratarem a sua beleza.

Tags:
COMPARTILHAR