AGUARDE
16 outubro 2018

Disputa do título mundial de surfe segue aberta em Portugal

Os três concorrentes ao troféu de número um da temporada estão na terceira fase

Começou nessa terça-feira, 16 de outubro, primeiro dia da janela de espera, o CT de Portugal. O evento que é o penúltimo do ano guarda fortes emoções já que o título de melhor surfista do mundo pode ser definido lá.

Com a lycra amarela, Gabriel Medina, que precisa vencer a prova e torcer para o Filipe Toledo não passar da terceira fase e para o Julian Wilson não chegar na semifinal, fez a parte dele na primeira fase e estreou com vitória. O campeão mundial de 2014 encarou Samuel Pupo e Patrick Gudauskas e passou sem dificuldades, mesmo reconhecendo que em fundo de areia a atenção precisa ser total.

O mar está difícil, mas estou feliz por ter achado minhas ondas boas.

Embalado pela vitória no CT da França, Julian Wilson alcançou o maior somatório da primeira fase e venceu num embate mais equilibrado Connor O’Learu e Vasco Ribeiro.


Julian Wilson alcnaçou o maior somatório da primeira fase. Foto: WSL / Masurel

 

Dos três surfistas que estão disputando o título do Championship Tour 2018, Filipe Toledo foi o único que não estreou com vitória. O paulista acabou superado por Tomas Hermes, que passou direto para a terceira rodada.

Com a pressão de adiar a decisão do título mundial, na primeira bateria da repescagem Filipe Toledo venceu com um tubo 8.17 o compatriota e convidado do patrocinador para a prova, Samuel Pupo.  


Filipe Toledo precisa passar mais uma bateria para adiar a decisõa do título para o Havaí. Foto: WSL / Poullenot

Além de Filipe Toledo, outros brasileiros que sobreviveram a fase da repescagem foram Willian Cardoso e Michael Rodrigues que eliminou Miguel Pupo.

A disputa da décima etapa do CT foi paralisada nessa terça-feira, 16 de outubro, na sétima batería da repescagem. Uma nova chamada está marcada para às 7:45h, no horário local, 3:45 da madrugada de terça para quarta no horário de Brasília.

Tags:
COMPARTILHAR