AGUARDE
08 novembro 2016

Em busca da aceitação

Ilustração: Andy Massena

Tenho a sensação de que chegamos em um ponto limite: ou repensamos nossas prioridades, reprogramamos nossas emoções e administramos nossas expectativas ou nos afundaremos cada vez mais na ansiedade e na angústia da necessidade da aprovação do outro.

Acompanho a série "Black Mirror" e não saio ileso de nenhum episódio. Cada episódio parece um soco no estômago. Um deles mostrava um mundo aonde as pessoas pontuavam umas às outras através de seus smartphones. Esta pontuação é que definia quem enfrentaria ou não as filas, seriam ou não convidados para festas, fariam parte ou não de um certo grupo, seriam considerados VIPs ou não. Na luta pela melhor pontuação as pessoas premeditavam suas atitudes, sua forma de sorrir, de falar, de se vestir...

A necessidade da aceitação é uma constante no nosso meio. A obsessão por likes, seguidores e compartilhamentos alimenta a necessidade de ser aceito. O mundo fake postado nas redes sociais garante uma maior ou menor pontuação. Quem viaja mais? Quem frequenta mais e melhores restaurantes? Quem degusta os melhores vinhos? A série é uma ficção, mas muito próxima de nós. O vazio desta condição é que ao procurarmos constantemente pela aceitação do outro, demonstramos que não nos aceitamos. Ao simularmos uma vida irreal, nos perdemos da nossa identidade e da nossa verdade. Aceite isso.

 

Tags:
COMPARTILHAR