AGUARDE
08 outubro 2018

Festival do Rio acontece em novembro

Um dos maiores festivais de cinema do país escolhe obra brasileira da disputa do Oscar para fechar o evento

Em agosto, os organizadores do Festival do Rio anunciaram uma nova data para a edição de 2018 do evento. Anteriormente marcado para acontecer entre os dias 4 e 14 de outubro, o Festival foi adiado para 1º e 11 de novembro.

A organização informou que não se estendeu nas explicações informou que a troca foi "pensando na qualidade do evento e sua melhor realização”. Alheio a essa troca, o que os fãs da sétima arte podem esperar são ótimos filmes em cartaz pela cidade maravilhosa.

Serão 64 longas e 20 curtas divididos em mostras competitivas, com produções na disputa pelo troféu Redentor, e paralelas.

O filme escolhido para abertura será “As viúvas”, de Steve McQueen. Vencedor do Oscar com “12 anos de escravidão” Steve acompanha a história de quatro mulheres sem nada em como, m, a não ser uma dívida deixada pelas atividades criminosas de seus maridos mortos.

 

 

Já para encerrar o Festival do Rio o filme escolhido foi “O Grande circo Místico”, de Cacá Diegues. Vale destacar que esse foi o filme escolhido pela academia brasileira de cinema para representar o Brasil na disputa do Oscar de melhor filme estrangeiro.

 

 

 

Veja a lista completa dos filmes brasileiros selecionados para o Festival do Rio 2018:

Première Brasil

LONGAS em MOSTRAS COMPETITIVAS

Competição Principal Ficção (Fiction)

– A Sombra do Pai (The Father’s Shadow), de Gabriela Amaral Almeida, 92 min, SP

– A Terra Negra dos Kawa (Kawa), de Sérgio Andrade, 99 min, AM

– Azougue Nazaré (Azougue Nazaré), de Tiago Melo, 82 min, PE

– Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos (The Dead and the Others), de João Salaviza e Renée Nader

– Messora, 113 min, MG

– Deslembro (Unremember), de Flavia Castro, 93 min, RJ

– Domingo (Domingo), de Clara Linhart e Fellipe Barbosa, 95 min, RJ

– Morto Não Fala (The Nightshifter), de Dennison Ramalho, 110 min, RS

– Nóis por Nóis (Us by Us), de Aly Muritiba e Jandir Santin, 100 min, PR

– Tinta Bruta (Hard Paint), de Marcio Reolon e Filipe Matzembacher, 117 min, RS

 

Competição Principal Documentário (Documentary)

– Clementina (Clementina), de Ana Rieper, 75 min, RJ

– Eleições (Elections), de Ana Riff, 80 min, SP

– Gilda Brasileiro – Contra O Esquecimento (Gilda Brasileiro

– Against Oblivion), de Roberto Manhães Reis e Viola Scheuerer, 90 min, ES

– Meu Nome é Daniel (My Name is Daniel), de Daniel Gonçalves, 83 min, RJ

– Relatos do Front (Stories From The Frontline), de Renato Martins, 105 min, RJ

– Torre das Donzelas (Maiden’s Tower), de Susanna Lira, 92 min, RJ

Competição Novos Rumos

– El Último País (The Last Country), de Gretel Marín Palacio, DOC, 70 min, GO

– Ilha (Island), de Ary Rosa e Glenda Nicácio, FIC, 96 min, BA

– Inferninho (My Own Private Hell), de Pedro Diogenes e Guto Parente, FIC, 72 min, CE

– Luna (Luna), de Cris Azzi, FIC, 89 min, MG

– Mormaço (Sultry), de Marina Meliande, FIC, 96 min, RJ

– Para’i (Para’i), de Vinicius Toro, FIC, 82 min, SP

– Sócrates (Sócrates), de Alex Moratto, FIC, 70 min, SP

CURTAS em MOSTRAS COMPETITIVAS (COMPETITION SECTIONS)

Competição Principal

– A Retirada para um Coração Bruto (The Last Song for a Rude Heart), de Marco Antônio Pereira, FIC, 14 min, MG

– À Tona (Surfacing), de Daniella Cronemberger, DOC, 15 min, DF

– Antes que o Tempo me Esqueça (Before Time Forget Me), de Leo Goodgod e Paulo Rodrigues, FIC, 13 min, MG

– Boi (Awake Nights), de Lucas Bettim e Renan Carvalho, FIC, 13 min, SP

– Gopi (Gopi), de Viviane D’Avilla e Paulo Dimantas, DOC, 15 min, RJ

– Mais Triste que Chuva num Recreio de Colégio (Sadder than Playtime on a Rainy Day), de Lobo Mauro, DOC, 14 min, RJ

– Nomes que Importam (Names that Matter), de Muriel Alves e Angela Donini, DOC, 15 min, RJ

– O Órfão (The Orphan), de Carolina Markowicz, FIC, 15 min, SP

– Preciso Dizer que te Amo (I Have to Say I Love You), de Ariel Nobre, DOC, 13 min, SP

– Princesa Morta do Jacuí (Dead Princess of Jacuí), de Marcela Ilha Bordin, FIC, 15 min, RS

– Universo Preto Paralelo (Black Parallel Universe), de Rubens Passaro, DOC, 12 min, SP

– Você não me Conhece (You don’t know me), de Rodrigo Séllos, DOC, 14 min, RJ

Competição Novos Rumos

– Cadelas (Cadelas), de Rita Toledo, FIC, 22 min, RJ

– Cascudos (Tough Kids), de Igor Barradas, FIC, 18 min, RJ

– Invasão Drag (Drag Invasion), de Rafael Ribeiro, DOC, 13 min, RJ

– Jéssika (Jéssika), de Galba Gogóia, FIC, 19 min, RJ

– Lembra (Remember), de Leonardo Martinelli, FIC, 10 min, RJ

– Sempre Verei Cores no seu Cinza (I’ll Always See Colors in Your Gray), de Anabela Roque, DOC, 18 min, RJ

– Vigia (Night Watch), de João Victor Borges, FIC, 24 min, RJ

LONGAS em MOSTRAS NÃO COMPETITIVAS

Première Brasil HORS CONCOURS

Ficção

– Aconteceu na Quarta-Feira (Stage Devil), de Domingos Oliveira, 70 min, RJ

– Cine Holliudy 2 – A Chibata Sideral (Cine Holliudy 2), de Halder Gomes, 100 min, CE

– Correndo Atrás (Running After), de Jeferson De, 86 min, RJ

– Diamantino (Diamantino), de Gabriel Abrantes, Daniel Schmidt, 96 min, RJ

– Intimidade Entre Estranhos (The Intimacy of Strangers), de José Alvarenja Jr., 111 min, RJ

– Los Silencios (Los Silencios), de Beatriz Seigner, 89 min, SP

– Rasga Coração (Rend Your Heart), de Jorge Furtado, 113 min, RS

– Sequestro Relâmpago (Express Kidnapping), de Tata Amaral, 79 min, SP

– Simonal (Simonal), de Leandro Domingues, 105 min, RJ

– Sueño Florianópolis (Sueño Florianópolis), de Ana Katz, 107 min, SP

– Uma Noite Não É Nada (Uma Noite Não É Nada), de Alain Fresnot, FIC, SP

Documentário

– Amazônia, o Despertar da Florestania (Amazon, the Awakening of Florestania), de Christiane Torloni e Miguel Przewodowski, 111 min, RJ

– Excelentíssimos (Lower House), de Douglas Duarte, 152 min, RJ

– Humberto Mauro (Humberto Mauro), de André Di Mauro, 90 min, RJ

– THF: Aeroporto Central (Central Airport: THF), de Karim Ainouz, 97 min, SP

Curta

– O Mundo é Redondo Para Ninguém se Esconder Nos Cantos

– Parte I: Refúgio (The world is round so that nobody can hide in the corners

– Part I: Refuge), de Leandro Goddinho, DOC, 10 min

Première Brasil RETRATOS

– A Turma do Pererê.DOC (PERERE.DOC) de Ricardo Favilla, 77 min – RJ

– Angel Viana – Voando Com os Pés no Chão (Angel Viana Grounded in Flight) de Cristina Leal, 88 min – RJ

– Carvana (Carvana), de Lulu Corrêa, 104 min, RJ – Filme Ensaio (Rehearsal Film), de Maria Flor, 72 min, RJ

– Marcia Haydée (Marcia Haydée) de Daniela Kallmann, 80 min, RJ

– Meu Samba É Meu Dom (Samba Is My Gift), de Cristiano Abud, 93 min, MG

– Paulo Casé (Paulo Casé), de Paula Fiuza, 70 min, RJ

– Rindo à Toa: Humor sem limites (Laughing out loud: Humor and Democracy), de Cláudio Manoel, Alvaro Campos e Alê Braga, 102 min, RJ

– Tá Rindo de Quê? (What are you laughing at? Humor and Dictatorship in Brazil), de Cláudio Manoel, Alvaro Campos e Alê Braga, 95 min, RJ

– Rogéria, Senhor Astolfo Barroso Pinto (Rogéria Mr. Astolfo Barroso Pinto), de Pedro Gui, 82 min, RJ

– Zuza Homem de Jazz (Zuza The Man of Jazz), de Janaina Dalri, 72 min, RJ

PREMIÈRE LATINA

– Família Submersa (Família Submergida), de María Alché, FIC, 91 min (Argentina, Brasil, Alemanha, Noruega)

– Happy Hour (Happy Hour), de Eduardo Albergaria, FIC, 104 min (Brasil, Argentina)

– La Cama (The Bed), de Mónica Lairana, FIC, 90 min (Brasil, Argentina, Holanda, Alemanha)

– Rojo (Rojo), de Benjamin Naishtat, FIC, 109 min (Argentina, Brasil, França, Alemanha, Holanda)

– Tarde Para Morir Joven (Too Late To Die Young), de Dominga Sotomayor, FIC, 110 min (Chile, Brasil, Argentina, Holanda, Qatar)

EXPECTATIVA

– Palace II – 3 Quartos com Vista para o Mar (Palace II), de Rafael Machado e Gabriel Corrêa e Castro, DOC, 80 min, RJ

– Pedro e Inês (The Dead Queen), de António Ferreira, FIC, 120 min (Portugal, Brasil, França)

PANORAMA

– Cano Serrado (2 Gauge Highways), de Erik de Castro, FIC, 87 min, RJ

– O Olho e a Faca (The Eye and the Knife), de Paulo Sacramento, FIC, 99 min, SP

MIDNIGHT

    •    – Personas Humanas (Humanpersons), de Frank Spano, FIC, (Panamá, Brasil, Espanha)

MIDNIGHT DOCS

    •    – Amazônia Groove (Amazônia Groove), de Bruno Murtinho, DOC, 78 min, RJ – The Cleaners (The Cleaners), de Hans Block, Moritz Riesewieck, DOC, 95 min (Alemanha, Brasil)

 

CLÁSSICOS E CULTS

 

– Central do Brasil (Central Station), de Walter Salles, FIC, 105 min (Brasil, França)

– Pixote: A Lei do Mais Fraco (Pixote), de Hector Babenco, FIC, 128 min, SP

– Rio 40 Graus, Nelson Pereira dos Santos, FIC, 100 min, 1955

– Rio Zona Norte, Nelson Pereira dos Santos, FIC, 90 min, 1957

 

FILME  DE ENCERRAMENTO

– O Grande Circo Místico (The Great Mystical Circus), de Carlos Diegues, FIC, 106 min (Brasil, Portugal, França)

 

Tags:
COMPARTILHAR