AGUARDE
18 maio 2015

Filipe Toledo, o rei da festa no Oi Rio Pro

Com uma conquista emocionante na praia da Barra da Tijuca, Filipinho entra com tudo na briga pelo título mundial de surfe

Quem é Filipe Toledo? Com o surfe em seu DNA, o paulista, que completou 20 anos no dia 16 de abril, respira o esporte desde seu nascimento. Filho do bicampeão brasileiro, Ricardo Toledo, Filipinho frequentava os campeonatos de surfe antes mesmo de dar os primeiros passos.

A paixão pelos eventos não tocou o filho mais velho dos Toledos, Matheus, mas pegou de forma certeira Filipe. Além de gostar das competições como o pai, Filipinho também desenvolveu desde muito cedo sua admiração e talento para os aéreos.

Embalado pela conquista da categoria mirim no mundial da ISA, Filipe Toledo optou por se profissionalizar aos 16 anos de idade e a sua estreia aconteceu numa prova no Guarujá do extinto circuito "Petrobras de Surfe nas Ondas" de 2011. O fato de competir contra adultos não intimidou o garoto, que estreou entre os profissionais não só com vitória, mas também com uma nota 10 na final.

Menos de 1 mês depois, Filipinho foi convidado para participar da categoria Pro Junior do US Open of Surfing, um dos eventos mais badalados dos Estados Unidos. A idéia dos organizadores era dar oportunidade para o garoto ganhar experiência como profissional. Mas isso não foi necessário. Filipe impôs a força do seu ataque progressivo e faturou o título mesmo diante dos queridinhos da mídia americana como Kolohe Andino, John John Florence e Conner Coffin.

Aos 16 anos Filipinho venceu o Pro Junior do US Open. Foto: Divulgação

A entrada para o seleto grupo dos 34 melhores do mundo se concretizou na temporada de 2013. Mais uma vez a estreia num ambiente diferente não foi problema para este competidor nato, que chegou às quartas de final em Bell’s Beach e no Rio de Janeiro e conquistou um inacreditável terceiro lugar nas ondas da França.

No ano passado, Filipinho chegou às quartas de final no CT em duas ocasiões, em Portugal e em Pipeline, mas foi em dois eventos da divisão de acesso que sua estrela brilhou mais. O garoto humilde e cheio de personalidade voltou a reinar no US Open of Surfing de Huntington, só que desta vez no evento principal, e também em Maresias, São Paulo.

Já no inicio da temporada 2015 mais confiante do que nunca, Filipinho foi soltando seus aéreos na Gold Coast e, quando todos se deram conta, já era impossível pará-lo.
Ele não só venceu a etapa, como o fez de forma incontestável, com direito a uma nota dez na decisão contra o queridinho australiano Julian Wilson.

Aqui no Rio não foi muito diferente. A estrela principal da festa era o atual campeão mundial Gabriel Medina, que causava um rebuliço toda vez que tentava se locomover de um lugar para o outro. A multidão não dava sossego e, com a eliminação do fenômeno, a torcida, que muitas vezes se preocupava mais com o autografo, grito e foto do que com o surfe, logo adotou Filipinho.

Carismático, autentico fora d'água e com atitude dentor dela, Filipinho mostrou para todo mundo que o surfe é tão animado quanto um jogo de futebol e que cada manobra, cada nota e cada resultado merece ser comemorado como um gol.

Filipe Toledo voou alto no Rio Pro. Foto: WSL / Cestari

Filipe Toledo voou alto no Rio Pro. Foto: WSL / Cestari

Veja algumas das conquista do 77:

  • Campeão Sub-16 da ISA (2011)
  • Campeão Pro Junior do US Open of Surfing (2011)
  • Campeão Sul-americano de surfe (2011)
  • Campeão da etapa do QS do US Open of Surfing (2014)
  • Campeão da etapa do QS do SP Prime (2014)
  • Campeão da etapa do CT da Gold Coast (2015)
  • Campeão da etapa do CT do Rio de Janeiro (2015)

Para quem quer se impressionar ainda mais com o talento do garoto, segue um vídeo, só com os melhores momentos dele no Rio Pro 2015. Valeu Filipe Toledo pelo espetáculo!

Tags:
COMPARTILHAR