AGUARDE
06 junho 2017

Altas e baixas no Fiji Pro 2017

Courtney Conlogue venceu o evento feminino, enquanto Italo Ferreira eliminou Gabriel Medina

A previsão se confirmou e as ondas chegaram consistentes na bancada de Cloudbreak, em Fiji, onde as elites feminina e masculina competem a quinta etapa do CT 2017. Na tarde de sábado, 03 de junho, já domingo por lá, a decisão das meninas finalmente foi para água. A norte-americana Courtney Conlogue e a havaiana Tatiana Weston-Webb se arriscaram nas ondas tubulares de Fiji, mas as escolhas de Courtney fizeram a diferença e deram a vitória para a yankee. Courtney agora ocupa o quatro lugar no ranking.

Eu me sinto muito honrada em segurar esse troféu e levá-lo pra casa.


Courtney fatura segunda vitória na temporada. (Foto: WSL/Kelly Cestari)

Logo na sequência, a primeira fase dos homens foi para a água e três brasileiros garantiram vagas diretas na terceira rodada: o potiguar Italo Ferreira, que volta a competir depois de três etapas fora do circuito, e os campeões mundiais Adriano de Souza e Gabriel Medina. Outros grandes nomes da elite do surfe mundial também se deram bem na primeira fase, como é o caso do havaiano John John Florence, do sul-africano Jordy Smith, do australiano Julian Wilson e do taitiano Michel Bourez, que somou 18,70 pontos com direito a um tubo alucinante em Cloudbreak.

 

 

Na segunda fase, que aconteceu nessa segunda-feira em Fiji, o Brasil perdeu dois soldados: Yago Dora e Bino Lopes, mas os destaques ficaram para o havaiano Sebastian Zietz, quando ele conseguiu um 9,43 dos juízes, para o italiano Leonardo Fioravanti, que venceu a sua primeira bateria do ano, além do 11 vezes campeão do mundo, Kelly Slater, fundador da marca de roupas que patrocina o evento. Ainda nessa segunda-feira, a organização da prova colocou quatro baterias da terceira fase na água e logo no primeiro duelo, o brasileiro Ian Gouveia venceu um embate incrível contra o australiano Owen Wright, que já venceu em Fiji. No último confronto do dia, Italo Ferreira se encontrou com Gabriel Medina, defensor do título da etapa, e eliminou o campeão mundial de 2014, com um placar apertado de 18,83 a 15,47.

 

 

Além de Gabriel Medina, o Brasil também perdeu na terceira fase o paulista Miguel Pupo. A terça-feira e a quarta-feira foram de folga em Fiji e os brasileiros Wiggolly Dantas e Adriano de Souza estão escalados na 11ª e na 12ª bateria, respectivamente.

Tags:
COMPARTILHAR