AGUARDE
03 novembro 2017

Gabriel Medina faz melhor nota da sexta-feira no QS de Maresias

Outros tops do CT também estrearam no segundo e penúltimo dia de ação

Depois de uma quinta-feira de feriado nacional repleta de ação em altas ondas, o mar diminuiu nessa sexta, 3 de novembro, em Maresias, São Sebastião, litoral norte de São Paulo. As ondas estavam com cerca de meio metro e séries maiores em mais um dia de praia lotada.


Competindo em casa, Gabriel Medina foi a sensação do dia. (Foto: WSL/Daniel Smorigo)

Por volta das 11 da manhã, a tão esperada terceira fase foi pra água e os sete integrantes do Tour de elite da WSL estrearam no QS 3 mil de Maresias. O primeiro a avançar foi o potiguar Italo Ferreira, que compete pela primeira vez no Brasil esse ano, já que durante a etapa brasileira do CT, ele estava lesionado. Italo conseguiu somar 14.76 pontos nas duas últimas ondas e se mostrou satisfeito com a sua performance em casa.

Estou muito feliz de voltar a competir no meu país, especialmente em Maresias. Tenho boas lembranças daqui na minha carreira. Os moleques me deram trabalho, mas acabei trocando as duas notas no fim e estou feliz de ter avançado.

 


Italo arriscou os aéreos e se deu bem nessa sexta. (Foto: WSL/Daniel Smorigo)

Quem também se deu bem na terceira fase (e já até se classificou para a quinta rodada) foi o brasileiro e estreante da elite em 2018, Jesse Mendes. O surfista do Guarujá conseguiu uma nota 8.33 numa esquerda de um mar difícil. Outros tops do CT também avançaram na competição, como Adriano de Souza, Wiggolly Dantas, Jadson Andre e Miguel Pupo. Mas a praia foi à loucura mesmo com o surfista local, Gabriel Medina. O campeão do mundo em 2014 também apostou nos aéreos e arrancou a maior nota (e consequentemente o maior somatório) do campeonato até o momento: um 9,80 dos 17,40 no total. Medina competiu de novo nessa sexta e passou para a quinta fase em segundo, atrás do recém-coroado campeão do QS de Itacaré, Deivid Silva.

Eu sabia que não ia ser fácil competir contra o Gabriel, então eu tinha que pegar uma onda boa e, graças a Deus, foi logo a primeira. Fico feliz de competir com ele porque ele é nosso ídolo e puxa o nosso estímulo.

 


Deivid Silva abriu o último embate do dia com uma nota 9. (Foto: WSL/Daniel Smorigo)

A previsão é que o mar diminua ainda mais nos próximos dois dias, então a organização do evento vai finalizar o campeonato amanhã, sábado, e não no domingo. Então fique ligado nas nossas redes sociais e aqui no woohoo.com.br para conhecer o grande campeão do QS 3 mil de Maresias.

Tags:
COMPARTILHAR