AGUARDE
25 outubro 2017

Gabriel Medina vence em Portugal

Brasileiro conquista segunda vitória consecutiva e está mais do que vivo na luta pelo segundo título mundial.

Após uma vitória impressionante na França, Gabriel Medina repetiu a dose em Portugal e conquistou de forma incontestável sua segunda vitória na temporada e entrou de vez na briga pelo título mundial. O dia decisivo ficou marcado pelas difíceis condições no beach break de Supertubos, onde as manobras aéreas foram decisivas.

Depois de passar sem grandes dificuldades pelo australiano Mick Fanning nas quartas de final, fase onde o número um do mundo, John John Florence foi eliminado por Kolohe Andino, Medina seguiu para as semifinais para enfrentar o norte-americano Kanoa Igarashi.

Gabriel Medina apostou nos aéreos para vencer - Foto: Poullent/WSL

O brasileiro entrou na água logo depois da vitória expressiva de Julian Wilson pra cima de Kolohe e seguiu a tática de investir em todas as ondas que aparecesse. E parece que deu certo. Apesar de uma bateria fraca de ondas, não faltou emoção principalmente nos segundos finais quando o norte-americano encontrou uma boa direita para entrar na briga, mas não teve tempo suficiente para outra onda.

A decisão começou um pouco confusa com um re-start com menos de cinco minutos por conta de um mal entendimento dos surfistas se a final teria começado ou não. Passada a confusão, o brasileiro foi o primeiro a pegar ondas, mas caiu em várias tentativas de manobras aéreas até encontrar um rápido tubo para direita, que lhe rendeu 5,17 pontos e a liderança. Julian demorou a responder e quando fez, conquistou um 4,67 num “nose pick” pouco expressivo e logo depois um 6,27 num pequeno tubo, que lhe deu a liderança. Até que no minuto e atrás do placar, brasileiro encontrou uma boa esquerda para acertar um aéreo bem alto, seguido de uma boa rasgada e finalizando com uma batida na junção para obter 6,93 e a virada pra cima do australiano, que nada pode fazer nos segundos finais.

Finalistas Gabriel Medina e Julian Wilson - Foto: Poullenot/WSL

Mais do que a vitória e o troco da final perdida em 2012 no mesmo pico, e em Tehuapoo em agosto desse ano, Gabriel Medina entrou de vez na briga pelo título mundial, pulando para o segundo lugar com 50.250 pontos, a 3.100 pontos de John John Florence. Pipeline certamente será uma batalha épica pelo título da temporada, com o brasileiro e o havaiano como principais protagonistas e o sul-africano Jordy Smith e o aussie Julian Wilson correndo por fora.

Top 5 após o CT de Portugal

1 - John John Florence (HAW) 53,350 pts

2 - Gabriel Medina (BRA) 50,250 pts

3 - Jordy Smith (ZAF) 47,600 pts

4 - Julian Wilson (AUS) 45,200 pts

5 - Owen Wright (AUS) 39,850 pts

 

MEO Rip Curl Pro Portugal Final Results:

1 - Gabriel Medina (BRA) 13.26

2 - Julian Wilson (AUS) 10.94

Resultados das Semifinais:

SF 1: Julian Wilson (AUS) 16.83 def. Kolohe Andino (USA) 14.56

SF 2: Gabriel Medina (BRA) 11.10 def. Kanoa Igarashi (USA) 6.24

Final:

1 - Gabriel Medina (BRA) 13.26

2 - Julian Wilson (AUS) 10.94

 

Tags:
COMPARTILHAR