AGUARDE
25 maio 2019

Japão no topo

Kanoa Igarashi faz história ao se tornar o primeiro japonês a vencer uma etapa do CT

Diante de muitos favoritos, o japonês Kanoa Igarashi, que vinha de uma sequência de atuações consistentes em Keramas, Bali, na Indonésia, encerrou a terceira etapa do Championship Tour no topo do pódio.

Kanoa tem grandes chances de representar o Japão nas olimpíadas de Tóquio. Foto: WSL / Dunbar

Em ondas com cerca de dois metros e séries maiores, Kanoa venceu na finalíssima Jeremy Flores. O japonês fez a diferença na decisão, quando aos 22 minutos ele arrancou uma nota 9.10. A resposta de Jeremy veio na sequência, um 8.93, mas essa atuação não foi suficiente para reverter o placar, que continuou com Kanoa na ponta.

Foto: WSL / Dunbar

Com esse resultado, Kanoa, que viu muitos integrantes do top 10 serem eliminados precocemente, assumiu a vice-liderança do ranking e segue para Margaret River com chances de sair de lá com a lycra amarela.

 

Todas as baterias significaram muito para mim, não interessava quem era meu adversário.

Antes de vencer Jeremy Flores na final, Kanoa Igarashi barrou o onze vezes melhor do mundo, Kelly Slater, que mostrou que apesar dos 47 anos, ele ainda tem surfe para bater de frente com a nova geração.

Quem também terminou no terceiro lugar foi o brasileiro Michael Rodrigues, que após um início de ano complicado, se reergueu em Bali.

 

Outro brasileiro que participou do di decisivo do CT de Bali foi Filipe Toledo. O paulista, que havia feito as melhores atuações na prova até então, acabou barrado na terceira bateria das quartas de final por Kelly Slater.

Para ver a cobertura do Bali Protected, acesse aqui.

Tags:
COMPARTILHAR