AGUARDE
02 julho 2019

John John Florence fora do CT 2019

Bicampeão mundial de surfe vai se submeter a uma cirurgia no joelho

Nove dias após abandonar a etapa do CT de Saquarema, no Rio de Janeiro, devido a uma lesão no joelho direito, o havaiano John John Florence recorreu ao Instagram para avisar aos fãs que está fora da disputa pelo troféu de melhor surfista do mundo em 2019.

Atual líder do ranking do Championship Tour, o havaiano começou a ter problemas no joelho direito em 2018, enquanto fazia um freesurf em Bali, na Indonésia. O bicampeão mundial rompeu parcialmente o ligamento cruzado anterior e com isso encarou longos meses afastado das competições.

Nesse período, John John visitou diferentes médicos e apesar da recomendação da maioria por uma cirurgia, o príncipe de Pipeline preferiu apostar numa recuperação mais longa do que ter que se submeter a uma intervenção médica e precisar ficar sem andar por dias.

Em janeiro desse ano, ao retornar no médico que o acompanha para enfim decidir se faria a cirurgia ou não, ele aceitou a recomendação de que diante da melhora da lesão, o melhor a fazer seria um intenso trabalho de fortalecimento nos músculos da região. O havaiano fez isso e com duas vitórias nas quatro etapas realizadas antes do Rio Pro, John John facilmente se tornou o candidato mais forte ao posto de melhor surfista do mundo em 2019.

Porém em Saquarema, o drama do joelho voltou a assombrar o bicampeão. Nas oitavas de final contra o australiano Wade Carmichael John John remou numa direita disposto a dar um aéreo, mas quando ele viu que a onda ia fechar, optou por sair por cima. Ao pular da prancha, o vento jogou a mesma em direção a praia, enquanto John John ia no sentido oposto. A força da cordinha na perna do havaiano forçou o joelho dele, que saiu da água na hora.

Dessa vez, John John rompeu o ligamento cruzado anterior e com isso vai ter que fazer uma cirurgia, o que provavelmente o tira das seis provas restantes da temporada.

Além de tirar John John da briga pelo terceiro troféu de melhor do mundo, essa lesão também tira do havaiano uma importante chance de brigar por vaga nos jogos olímpicos de Tóquio, em 2020.

Tags:
COMPARTILHAR