AGUARDE
10 julho 2017

Jordy Smith fatura título do QS 10 mil de Ballito

Sul-africano derrotou o catarinense Willian Cardoso na finalíssima

O sábado, 8 de julho, foi reservado para a grande decisão da primeira etapa de nível máximo do QS 2017. As ondas em Ballito, na África do Sul, estava com cerca de um metro e meio e o brasileiro Jesse Mendes, líder disparado do ranking e confirmado como novo integrante do CT em 2018, foi o primeiro a competir por lá. No entanto, Jesse sucumbiu nas quartas de final diante do prata da casa Michael February, que tinha uma forte torcida a seu favor. Michael somou 15,33 contra 12,43 do paulista.


Sul-africano terminou na 3ª colocação e garantiu vaga no CT de J-Bay. (Foto: WSL/Kelly Cestari)

Logo em seguida, foi a vez de outro brasileiro se despedir da competição. Num duelo entre tops do CT, quem levou a melhor foi o prata da casa Jordy Smith, que eliminou o também paulista Miguel Pupo. No terceiro embate, o aussie Mikey Wright tirou o compatriota Wade Carmichael do evento, enquanto o catarinense Willian Cardoso abusou das manobras de frontside e fez o maior somatório das quartas, 15,83, eliminando o português Vasco Ribeiro.


O irmão dos tops Owen e Tyler Wright perdeu na semifinal. (Foto: WSL/Kelly Cestari)

Na primeira semifinal, duelo sul-africano. A torcida na praia era para Michael February, mas o favoritismo de Jordy Smith confirmou a boa fase e o top do CT conseguiu duas notas na casa dos oito pontos, avançando para a grande final. Na sequência, o brasileiro Willian Cardoso usou mais uma vez o seu surfe potente para derrotar o australiano Mikey Wright. Porém, a habilidade nas direitas de Willard Beach não conseguiu superar o ataque aéreo do sul-africano Jordy Smith, que voou alto por lá e conseguiu um incrível 9,73 na finalíssima.


Catarinense agora é vice-líder do QS. (Foto: WSL/Kelly Cestari)

Willian tentou responder à altura, mas terminou a bateria precisando de um 9,20 para reverter o resultado. Com o vice-campeonato, o catarinense assumiu a vice-liderança do QS. Jordy Smith segue para etapa do CT de Jeffreys Bay depois de uma vitória em casa.

Pessoalmente, pra mim, só de estar em casa, na minha cidade natal, na frente dos meus amigos e da família, competindo e ainda vencer o evento é realmente um sonho virando realidade, confessou o campeão do QS 10 mil de Ballito.


Sul-africano confirmou favoritismo no QS de Ballito. (Foto: WSL/Kelly Cestari)

 

Tags:
COMPARTILHAR