AGUARDE
07 junho 2016

Jovem de 18 anos é campeão em condições épicas no Cape Fear

Russel Bierke reinou em uma ondulação gigantesca na Austrália

Swell que possibilitou a realização do evento. (Foto: Divulgação)

Swell que possibilitou a realização do evento. (Foto: Divulgação)

No primeira dia, a organização decidiu que não haveria surfe na remada devido ao tamanho das ondas, que eram as maiores já vistas na história do evento, rendendo tubos de até 5 metros. O Cape Fear colocou então os surfistas convidados das duas primeiras baterias para encararem as mexidas ondas no town-in.
As bombas pareciam cada vez mais perigosas e as vacas foram assustadoras e inevitáveis. Não foi por menos que o local Justen "Jughead” Allport foi engolido por uma e saiu com um corte na cabeça e o ombro deslocado. O surfista foi rapidamente atendido e como já tinha pontuado, finalizou em primeiro lugar na bateria.

Evento de locais

Na grande final, Ryan Hipwood, James Rooster Adams, Koby Abberton e Russel Bierke disputaram onda a onda durante 60 minutos. Quem levou a melhor foi o garoto de apenas 18 anos Russ Bierke, que recebeu uma nota 10 e garantiu o show de surfe. O jovem surfista da costa sul finalizou a competição com um somatório quase perfeito de 19,97 pontos.

O segundo lugar foi disputado por Hipwood e Abberton, mas Hipo conseguiu a melhor colocação, e o quarto lugar ficou para Adams. O evento já contou com nomes internacionais, mas, segundo Albee Layer, surfista do Big Wave Tour, a WSL proibiu os surfistas de participarem esse ano, e o Cape Fear 2016 contou somente com os nomes dos locais.

Tags:
COMPARTILHAR