AGUARDE
01 agosto 2017

Kai Lenny vence BWT em Puerto Escondido, no México

Depois de superar 24 dos melhores surfistas de ondas grandes do mundo, o havaiano Kay Lenny sagrou-se o grande campeão do Puerto Escondido Challenge, a etapa do hemisfério sul que abriu a temporada 2017 do Big Wave World Tour da WSL. 

A grande final da disputa entrou em cena nas cabulosas ondas mexicanas que quebravam com até 8 metros e meio de face e colocou frente a frente 6 surfistas brigando pelo melhor e mais ousado drope durante uma hora de batalha. 

Para arrebatar o título inédito, o waterman Lenny conseguiu um 8,60 pontos faltando pouco menos de 2 minutos para o fim da prova e virou o placar contra o australiano Jamie Mitchell, totalizando 23.53 pontos. Isso porque nas etapas do BWT, a melhor nota de cada atleta é duplicada. Até então, o havaiano tinha 6.33 como melhor nota, contra 3.10 e 7.77 de Mitchel, que sagrou-se vice-campeão.

Kai Lenny. Foto: WSL / Edwin Morales

De acordo com o tamanho das ondas, o comissário do circuito mundial de ondas grandes, Mike Persons, junto com os juízes da disputa, deu ao evento uma classificação Bronze,  o que garante a Lenny  10.000 valiosos pontos na busca pelo título de maior big rider do mundo dessa temporada.

Em terceiro lugar ficou o britânico Tom Lowe, seguido por Billy Kemper, do Havaí, Alex Botelho, de Portugal, e Trevor Carlson, mais um havaiano que chegou à decisão.

Único representante do Brasil na briga, Pedro Calado, finalista no ano passado, não passou da primeira fase. O carioca quase completou um belo canudo em sua bateria, mas caiu quando estava prestes a sair e não conseguiu surfar outra onda para garantir a classificação. Outro brasileiro, Lucas “Chumbo", que estava confirmado no evento, quebrou o pé em uma sessão de freesurf um pouco antes no Rio de Janeiro e ficou fora do campeonato.  

As próximas etapas do BWT tem entre o dia 15 de outubro até o dia 31 de dezembro pra entrar em ação ou nas bombas de Nazaré, em Portugal ou em Maui, no Havaí.

Tags:
COMPARTILHAR