AGUARDE
27 janeiro 2015

Kandinsky: Tudo começa num ponto

Exposição sobre artista russo movimenta centro cultural no Rio de Janeiro

A partir do dia 28 de janeiro a vida e obra do russo Wassily Kandinsky serão mostradas no Centro Cultural do Banco do Brasil, no Rio de Janeiro. Kandinsky: Tudo começa num ponto é a maior exposição já feita sobre o artista, que é considerado um dos mestres da pintura moderna, pioneiro e fundador da arte abstrata.

Idealizada em parceria entre o Museu Estatal Russo de São Petersburgo, o Centro Cultural do Bando do Brasil e a Arte Produções, a exposição reúne 153 obras de Kandinsky , seus contemporâneos e suas influências. Pinturas litografias, fotografias e objetos, vindas de oito museus e coleções particulares, vão levar o público a uma viagem no tempo repleta de cores e sensações. Obras dos integrantes do núcleo “O Cavaleiro Azul”, pinturas de sua ex-mulher Gabriele Münter e de artistas como Alexej Von Jawlensky, Mikhail Larionov, Pavel Filonov, entre outros, revelam a essência do artista russo.

Marcelo Mendonça, diretor geral do Centro Cultural do Banco do Brasil do Rio de Janeiro, afirmou que os cariocas podem se sentir privilegiados de conhecer um Kandinsky que geralmente o ocidente não conhece. “Aqui a gente vê o Kandinsky quando começa a pintar, quando se dirige à escola de pintura, o que tocava ele, as influências que tinha então é uma exposição muito completa nesse sentido de conhecer a obra e a vida de um grande artista como Kandinsky”.

Com direção de Rodolfo Athayde e curadoria de Evgenia Petrova e Joseph Kiblitsky a mostra foi dividida em cinco blocos. O primeiro deles resgata as raízes da obra do russo com a cultura popular de seu país; o segundo explora o universo espiritual xamanista do norte da Rússia; o terceiro conta a experiência do artista na Alemanha e com o grupo Der Blaue Reiter; o quarto retrata o diálogo entre música e pintura através da amizade que ele teve com o francês Schönberg e o quinto explora sua relação com seus contemporâneos.

Para a carioca Cris Predrosa o jeito que a exposição está montada facilita o entendimento da trajetória de vida do artista, que abandonou a faculdade de Direito para de dedicar à arte.

“Kandinsky: Tudo começa num ponto” fica na capital fluminense do dia 28 de janeiro a 30 de março, sempre de quarta a segunda, das 9h às 21h. Entrada gratuita!

Serviço:
Centro Cultural Banco do Brasil - Rio de Janeiro
Rua Primeiro de Março, 66 - Centro
(21) 3808-2020

Tags:
COMPARTILHAR