AGUARDE
08 maio 2015

Mamães surfistas

Conheça a história de algumas surfistas que dividem o tempo entre os filhos e as ondas

Uma pequena homenagem à todas as mulheres que além batalhadoras, determinadas e surfistas...são mães!

Lisa Andersen

A tetracampeã mundial de surfe Lisa Andersen é uma lenda do esporte. Ela foi a primeira surfista a conquistar quatro títulos mundiais consecutivos e liderou uma revolução no surfe feminino. Mãe de dois filhos, Erica, fruto de seu relacionamento com Renato Hickel, e Mason, do casamento com Paul Osbaldiston, a norte-americana abandonou as competições de vez em 2002. Eterna apaixonada pelo surfe, Lisa compartilha fotos do seu dia a dia e registros históricos com frequência na sua conta do instagram @andersenlisa.

Erica, Lisa e Manson - Reprodução Instagram

Roberta Borges

A gaúcha Roberta Borges foi a primeira campeã brasileira de surfe em 1985, época que o circuito profissional ainda nem existia. Em 1988 Roberta parou de competir e se dedicou a outra paixão, que surgiu bem antes dela pegara primeira onda, a fotografia; Três anos depois deu luz a Stephanie. Atualmente é reconhecida como um ícone do surfe brasileiro e uma das principais fotografas do país. Clique aqui para conhecer o trabalho dela. http://www.robertaborges.com.br

Roberta Borges e Stephanie - Arquivo Pessoal

Natali Paola

Natali Paola é integrante de uma família que respira surfe - prima do top do CT Wiggolly Dantas e da bicampeã brasileira Suelen Naraisa - e durante anos foi vista como uma das principais surfistas da nova geração do surfe nacional. Atualmente Natali é empresária e acabou de ter seu primeiro filho, fruto do relacionamento com o cinegrafista Erick Nagata. Natali não pôde surfar durante a gravidez, pois teve um descolamento de placenta, mas está contando os dias para voltar pra água.

Natali Paola e família - Arquivo Pessoal

Atalanta Batista

A alegria da maternidade para a tetracampeã brasileira de Longboard veio em dose dupla com a gravidez de Davi e Daniel. Filhos de Cesar Aguiar e sobrinhos de Halley Batista, ambos surfistas profissionais, os garotos cresceram com a prancha no pé e já estão seguindo os passos da família. Como a maioria das mulheres, Atalanta não pensou em parar de surfar ou competir após a maternidade, mas confessa que tudo ficou mais corrido. "Viajo bastante pra treinar e competir. "Quando estou em casa procuro me dedicar a eles com a educação, alimentação e atividades esportivas, uma delas é o surfe", revela Atalanta.

Atalanta e os gêmeos - Foto Allan Gandra

Ana Carolina Bispo

A Jornalista Ana Carolina Bispo cresceu frequentando as praias do Rio de Janeiro e sempre admirou o surfe. Começou pelo bodyboard e teve sua primeira experiência com prancha de quilha após o casamento com o surfista profissional Marcelo Bispo. No início a filha do casal, Débora, reclamava de ficar na areia enquanto a mãe surfava, mas Ana fez com que a filha entendesse a importância do esporte e hoje ela adora vê-la surfar. "Acho que cada mãe tem que ter seu momento, é importante para ela e para a criança" afirma Ana Carolina. Para completar a alegria da mãe, hoje elas surfam juntas.

Ana Carolina Bispo e Débora - Arquivo pessoal

Susa Leal

A ex-surfista profissional Susa Leal se tornou mãe há poucos meses e está amando essa nova fase da vida. “Agora minha vida tem outro sentido, outro amor, outro querer Não penso mais em mim, penso em nós...É um amor sem igual, maior que qualquer coisa nesse mundo”, se derrete. A catarinense não surfou durante a gravidez por prescrição médica , mas algumas semanas depois do nascimento da filha ela caiu na água e teve uma sensação única. “Uni minhas duas maiores felicidades: surfar e ser mãe... E a melhor coisa é chegar do mar e poder abraçar e beijar sua filha” , finaliza.

Susa Leal e a filha - Arquivo Pessoal

Priscila Barcik

A Fisioterapeuta e ex-surfista profissional viu sua vida mudar completamente após o nascimento do Théo. O corpo mudou e a forma de enxergar a vida também. Segundo Priscila, a rotina de treinos voltou em torno de um ano e ela não pensou em parar de surfar. "Sempre tive certeza que voltaria a surfar e melhor ainda", afirma. O companheirismo como o marido Pedro Sol, também surfista, ajuda bastante. "O Pedro sempre me apoiou e geralmente fazemos um revezamento no surfe", finaliza Priscila, que, além do surfe, pratica Yoga, musculação e pilates.

Priscila, Théo e Pedro Sol - Arquivo pessoal

Thiara Mandelli

A longboarder paranaense é mãe de duas meninas e para ela as filhas vieram para acrescentar, "não precisei parar de fazer nada, nem ao menos mudar minha rotina, apenas diminui a carga de treinos", relata Thiara. Com 45 dias de vida a Laura, primeira filha, já estava viajando para a 1° Etapa do Circuito Brasileiro Profissional com os pais. Com o apoio do marido e muita vontade de continuar surfando e competindo, Thiara nem cogitou a possibilidade de parar de surfar. "Graças a Deus o Senhor me deu uma profissão que amo, que posso viver do que escolhi, e ainda fazer com que elas sejam presente no meu dia a dia", finaliza.

Thiara e filhas - Arquivo pessoal

Juliana Quint

Integrante da elite do surfe nacional durante anos, Juliana Quint teve sua primeira filha há poucos meses. A gravidez não a impediu de surfar, ela pegou onda até o nono mês de gestação e voltou para água bem rápido. "A partir do segundo mês de vida dela voltei a surfar enquanto dormia, entre uma mamada e outra, quando ficava aos cuidados do pai", conta. Vivendo esse momento mágico que é a maternidade a catarinense já não se incomoda em ficar sem surfar durante uma, duas ou três semanas. "Ela me alegra tanto que as vezes nem penso em surfar, fico grudada o tempo todo, é uma sensação única, assim como entubar, fico totalmente envolvida" finaliza.

Juliana Quint - Arquivo pessoal

é uma sensação única, assim como entubar, fico totalmente envolvida

Bethany Hamilton

A havaiana Bethany Hamilton é conhecida mundial por sua determinação e perseverança após um ataque de tubarão que lhe deixou sem o braço. No final de 2014 ela anunciou a gravidez através de um vídeo descontraído gravado ao lado do marido. Nos últimos meses Bethany divulgou diversas fotos mostrando que a gravidez não a impediu de praticar o esporte que mais ama, o surfe.

Bethany Hamilton - Reprodução Instagram
Tags:
COMPARTILHAR