AGUARDE
02 outubro 2018

MAYA GABEIRA ENTRA PRO GUINNESS BOOK

A brasileira bateu o recorde mundial de maior onda já surfada por uma mulher com uma bomba que pegou em janeiro de 2018 em Nazaré.

Em 2011, o renomado surfista de ondas grandes Garrett McNamarra estabeleceu o primeiro recorde mundial na gigantesca Nazaré, em Portugal. No ano passado, o brasileiro Rodrigo Koxa quebrou esse recorde no mesmo local. As duas ondas foram registradas no Guiness Book, despertando na surfista Maya Gabeira, um sonho antigo: de que um dia houvesse uma mulher reconhecida pelo surfe de ondas grandes no livro dos Recordes.

Em 2013, ao tentar realizar o feito, a carioca de 31 anos de idade, quase morreu afogada na infame Praia do Norte e teve que ser socorrida por alguns companheiros de equipe. Mas em janeiro desse ano, depois de muita reabilitação, treino e munida de uma determinação inabalável, Maya decidiu desafiar novamente à monstruosa e perigosa onda e surfou com sucesso a maior de sua vida. O professor Miguel Moreira, especialista na Universidade de Lisboa, mediu  a bomba estimada em 68 pés, cerca de 20,72 metros. E somente nessa segunda-feira, dia 1 de outubro, a WSL certificou o feito transformando toda uma trajetória de trabalho duro e perseverança, em glória. A conquista foi anunciada em uma cerimônia especial no famoso farol que vigia as ondas da Praia do Norte, em Nazaré.

Além de acatar o pedido da brasileira  ao reconhecer o recorde mundial de maior onda já surfada por uma mulher, a World Surf League ainda  anunciou a inclusão da categoria Maior Onda para mulheres surfando com auxílio de Jet-ski e maior onda surfada por mulheres apenas com a força dos braços no Big Wave Awrads, o Oscar do Surfe de ondas grandes.

Tags:
COMPARTILHAR