AGUARDE
14 maio 2016

Medina garante nota 10 com manobra inédita em competição

O surfista campeão mundial de 2014 lançou mão de um impressionante backflip e recebeu a primeira nota 10 do Rio Pro de 2016

Com a praia lotada e vibrando, Gabriel Medina acumulou mais um feito histórico para sua carreira no surfe. Primeiro brasileiro a ser campeão mundial de surfe e a vencer a tríplice coroa havaiana, o paulista agora foi o primeiro surfista da história a executar a manobra backflip em uma competição. Resultado? Uma nota 10 unânime!

Reação de gabriel logo após pousar da manobra. (Foto: WSL/Daniel Smorigo)

Reação de gabriel logo após pousar da manobra. (Foto: WSL/Daniel Smorigo)

Após um início de temporada complicado na perna australiana, o surfista de São Sebastião deu um show para o público que estava no Postinho na manhã desse sábado, dia 14 de maio. Contra seu compatriota Alex Ribeiro, Medina lançou mão de um aéreo que já fez todos delirarem, recebendo um 9,40 de pontuação. Apontado como o melhor surfista de sua geração, o garoto não se contentou com a nota, que já era a maior do evento até então, e arriscou um backflip, manobra que há muito já queria acertar em uma competição. A ousadia foi finalizada com sucesso e os juízes da WSL não tiveram como fugir do 10 unânime. Gabriel não tirou o sorriso do rosto ao afirmar que foi o primeiro a realizar o feito e comentou que já queria completar a manobra há bastante tempo:

Ano passado eu quase acertei na final contra o Adriano em Pipeline, bem na última onda. Aí fiquei com isso na cabeça... Queria executar aqui no Rio e consegui. Estou feliz!

Gabriel não foi o único brasileiro a se destacar na segunda fase, logo na segunda bateria do dia o paulista Deivid Silva, convidado da WSL para participar do evento, eliminou o atual líder do ranking Matt Wilkinson da quarta etapa do mundial. Medina, que entrou na água pouco tempo depois, falou do momento dos brasileiros.

- Dois anos seguidos que a gente tem o troféu aqui no Brasil, né?! Os gringos estão sentindo isso. A gente está ganhando espaço e eles perdendo, mas isso é normal, é como a gente sentia quando eles estavam lá na frente. Isso ajuda a melhorar o esporte e ficar mais disputado.

Aéreo que valeu 9,40. (Foto: WSL/Daniel Smorigo)

Aéreo que valeu 9,40. (Foto: WSL/Daniel Smorigo)


Carta na manga desde 2012

Em 2012, durante uma sessão de treinos no Havaí, Gabriel já tinha acertado a manobra na presença de seu padrasto, Charles Saldanha, que registrou o momento épico nas ondas do North Shore da ilha de Oahu, a meca do surfe mundial. Uma carta na manga que ficou guardada durante um bom tempo e foi brilhantemente executada na etapa brasileiro do Tour.

Tags:
COMPARTILHAR