AGUARDE
18 abril 2015

Medina perde o Prêmio Laureus para Alan Eustace

Em outubro do ano passado, o cientista da computação saltou da estratosfera e chegou a atingir velocidade de 1.322 quilômetros por hora

Não há dúvidas de que Gabriel Medina rompeu barreiras e desentalou um grito de “É do Brasil!” ao se tornar o primeiro brasileiro campeão mundial de surfe. Mas após esse feito, o garoto de Maresias alcançou outras conquistas memoráveis. Uma delas foi a indicação ao Prêmio Laureus na categoria atletas de esportes de ação.

A expectativa era grande, mas na quarta-feira, dia 15 de abril, uma surpresa: Medina não levou o troféu para casa. O premiado em Xangai, na China, foi o vice-presidente do Google, Alan Eustace. O executivo quebrou o recorde ao saltar de paraquedas de um balão que sobrevoava a Terra a mais de 40km de altura, já na estratosfera.

A cerimônia do Prêmio Laureus 2015 aconteceu em Xangai, na China, no dia 15 de abril. Embora não tenha comparecido à entrega do prêmio, a estrela da noite foi o tenista sérvio, Novak Djokovic, eleito o esportista do ano. Djoko terminou 2014 como líder do ranking da ATP e foi campeão em diversos campeonatos de tênis do ano passado: a lista traz Wimbledon, o Indian Wells, o Miami Masters, o Aberto da Itália, da China, o Paris Masters e, finalmente, o ATP Finals.

2014 foi um ano maravilhoso, um dos melhores da minha vida. A vitória em Wimbledom, o título mundial da ATP e o mais importante: ter me tornado pai.

Entre as mulheres, a etíope Genzebe Dibaba foi a esportista do ano. Especialista em corridas de média e longa distância, ela quebrou três recordes mundiais em 2014. O piloto de Fórmula 1, o australiano Daniel Ricciardo, foi a revelação do ano depois de vencer três GPs - Canadá, Hungria e Bélgica. Fora isso, ele teve mais destaque que seu companheiro de escuderia Sebastian Vettel, tetracampeão mundial de F1.
A seleção alemã de futebol ganhou o prêmio Laureus de equipe do ano devido à vitória história no ano passado, quando a Alemanha se tornou o primeiro time europeu a vencer uma Copa do Mundo da FIFA na América do Sul. O país se tornou tetracampeão mundial de futebol. O prêmio Laureus Sport for Good foi entregue ao programa de skate mundial Skateistan. O projeto tem o objetivo usar o skate como forma de mudar a vida dos jovens no Afeganistão, Camboja e na África do Sul.

Grandes nomes do surfe já levaram para casa o “Oscar do esporte” na mesma categoria em que Medina foi indicado. O mito yankee Kelly Slater recebeu a estatueta quatro vezes - em 2007, 2009, 2011 e 2012. A australiana hexacampeã mundial de surfe, Stephanie Gilmore, também já faturou um Prêmio Laureus em 2010, e a sua compatriota e heptacampeã, Layne Beachley, ficou com a estatueta no ano de 2004. Por fim, mas não menos importante, o brasileiro Bob Burnquist, lenda do skate mundial, ganhou no ano de 2002 o Prêmio Laureus de melhor atleta de ação.

Tags:
COMPARTILHAR