AGUARDE
13 setembro 2017

Brasileiro vence Mundial de SUP Wave da ISA

Brasil finaliza evento na sexta colocação geral

Instagram / Caio Vaz

Depois das disputas de race, os times que competiram o Mundial de Stand Up Paddle da International Surfing Association em 2017 viajaram até o noroeste da Dinamarca, mais precisamente para a cidade de Vorupor, com o objetivo de competir as provas de sup wave. O Brasil estava com um time forte, incluindo o campeão mundial de sup Caio Vaz, assim como o Havaí que contava com o medalha de ouro de 2016 Zane Schweitzer. Superando todas as expectativas em seu ano de estreia no evento, o paulista do Guarujá, Luiz Diniz, encerrou a participação do Brasil com medalha de ouro. O supista fez seu nome na competição e chegou ao topo, depois de derrotar o australiano Harry Maskell, o francês Benoit Carpentier e o havaiano Mo Freitas na grande final. De desconhecido a protagonista da categoria, Luiz Diniz não conteve a emoção durante a entrevista após a vitória.

Instagram / Luiz Diniz

Entre as mulheres, o Brasil também fez história. A paulista Aline Adisaka foi a primeira competidora a fazer final nas três modalidades: sprint, técnico, wave. No entanto, quem levou a melhor foi a australiana Shakira Westdorp. A aussie repetiu o feito da edição de 2016 e garantiu a medalha de ouro pela segunda vez consecutiva.

A previsão da campeã Shakira estava certa e a Austrália sagrou-se a grande vencedora do Mundial de Stand Up Paddle e Paddleboard da ISA em 2017. Essa foi a quinta vez que o país levou a medalha de ouro e, dessa forma, conseguiu manter a liderança do ranking de países campeões do Mundial. O Brasil finalizou o evento na sexta colocação geral.

 

 

Tags:
COMPARTILHAR