AGUARDE
13 março 2017

Noite de gala da WSL

Tradicional banquete de gala premia os melhores dos ano na costa dourada australiana

Todo ano, antes do início da temporada do circuito da elite mundial, os melhores surfistas do mundo se reúnem numa noite especial para a entrega dos troféus promovida pela World Surf League. Além dos campeões mundiais, diversas outras categorias são premiadas e o Brasil levou a melhor em três delas.

Talvez a mais relevante para o nosso país tenha sido a entrega do troféu de campeão mundial para Phil Rajzman. O carioca conquistou o bicampeonato nove anos depois de seu feito histórico nas areias da França, e após bater na trave em 2014, o longboarder finalmente pôde soltar o grito de campeão novamente.

O brasileiro Phil Rajzman foi até a Austrália pegar o seu troféus de campeão - Foto: WSL

Os outros brasileiros premiados na noite foram Filipe Toledo e Caio Ibelli. Filipinho levou o prêmio de Manobra do Ano, com seu aéreo de rotação completa durante o CT da França, enquanto Caio Ibelli levou a melhor na disputa de Estreante do Ano, onde desbancou nomes como Kanoa Igarashi, Ryan Callinan e Conner Coffin.

Outro destaque da noite que fez os tops trocarem a bermuda e os biquinis por trajes de gala foi o prêmio de bateria do ano. Entre os homens, o embate em Fiji entre John John Florence e Taj Burrow foi o mais votado, enquanto entre as mulheres, a final do CT de Bells envolvendo a norte-americana Courtney Conlogue e a australiana Sally Fitzgibbons foi considerado o mais emocionante.

E claro, teve a entrega oficial do belíssimo troféu de campeão mundial para John John Florence e Tyler Wright. Durante seu discurso, o havaiano fez questão de agradecer a sua mãe, que sempre esteve ao seu lado. “Eu não conseguiria ter feito isso sem o suporte que eu tive. I quero agradecer a minha mãe e dedicar isso a ela. É por causa dela que eu estou aqui. Obrigado a todos que me incentivaram. É incrível fazer parte desse momento que o surfe vive agora. Boa sorte a todos nesse ano.

John John Florence com seu troféu de campeão mundial - Foto: Cestari/WSL

A australiana Tyler Wright também foi muito grata em seu discurso. “Eu quero agradecer a minha família do circuito e todos que viajaram comigo. Tem muito amor envolvido no meio do surfe e sou muito sortuda de fazer parte disso. Obrigada a minha família, e obrigada mãe.”

 

Confira abaixo todos os premiados da noite:

Bateria do Ano: John John Florence (HAV) / Taj Burrow (AUS) em Fiji e Courtney Conlogue (EUA) / Sally Fitzgibbons (AUS) em Bells Beach

Manobra do Ano: Filipe Toledo (BRA) e Johanne Defay (FRA)

Onda do Ano: Kelly Slater (EUA) and Carissa Moore (HAV)

Campeões Juniors WSL: Ethan Ewing (AUS) and Macy Callaghan (AUS)

Campeões Longboard WSL: Phil Rajzman (BRA) and Tory Gilkerson (USA)

Campeões BWT: Grant Baker (ZAF) and Paige Alms (HAW)

CT Performance do Ano: Matt Wilkinson (AUS) and Tatiana Weston-Webb (HAW)

Estreantes do ano: Caio Ibelli (BRA) and Keely Andrew (AUS)

Vice-campeão mundial: Jordy Smith (AFS)

Vice-campeã mundial: Courtney Conlogue (EUA)

Campeão Mundial: John John Florence (HAV)

Campeã Mundial: Tyler Wright (AUS)

Foto da Capa: Cestari/WSL

 

 

Tags:
COMPARTILHAR