AGUARDE
08 julho 2014

Nuno Ramos

Ensaio sobre a Dádiva

Nuno Ramos, artista que ganhou muita notoriedade nos anos 80 está cheio de novidades. No Instituto Iberê Camargo em Porto Alegre ele mais uma vez mostra sua ousadia e um trabalho bastante poético. Suas obras sempre fogem do óbvio e nos fazem refletir. Na exposição intitulada "Ensaio sobre a Dádiva" há uma grande instalação, marca registrada do artista, onde podemos ver o esqueleto de um barco de pescador que equilibra um copo com água do rio Guaíba de um lado, e do outro um violoncelo. A fundação Iberê Camargo fica `a beira do Guaíba, e não por acaso Nuno usou um barco como um dos elementos principais da mostra. O artista teve a idéia quando esteve no museu para entender o espaço, e vem desenvolvendo esse projeto desde setembro do ano passado. Nuno também faz o uso de trilhos de uma montanha russa, com um cavalo, daqueles bem característicos de carrossel, presos a uma das pontas. Em ambas situações existe um jogo de equilíbrio, de tensão. Conectando as duas instalações há uns tubos contendo uma mistura líquida: Morfina, Glicose e um pouco de água do Guaíba. Choque! Enquanto isso, o espectador pode ouvir Zé Keti, Noel Rosa e Lamartine Babo fazendo citações sobre um pierrô. Complexo? Para explicar melhor, na mostra há dois filmes que buscam explicar as instalações: Um deles mostra uma menina que troca um copo por um violoncelo. No outro, vemos um pierrô sendo trocado por um cavalo. Nuno Ramos sempre impressionando

Tags:
COMPARTILHAR