AGUARDE
16 março 2016

O rapper que está revolucionando o rap

Kendrick Lamar lança álbum surpresa e alcança o topo das paradas

Em tempos nos quais o marketing prévio cria uma expectativa para os lançamentos musicais, Kendrick Lamar fez como Beyoncé, Drake e Future e lançou de surpresa o disco “Untitled Unmastered”.

O álbum, apresentado no dia 4 de março de 2016, vendeu 178 mil unidades entre discos, músicas e streaming, de acordo com a consultora especializada Nielsen SoundScan, e o principal: chegou no topo da parada Billboard 200 na segunda-feira, 14 de março.

Capa disco

“Untitled Unmastered” é o segundo sucesso de Kendrick Lamar no intervalo de 1 ano.

Não é de hoje que Kendrick Lamar é um sucesso. O rapper preferido de Barack Obama revolucionou o universo do hip hop americano com letras que vão além do dia a dia violento nos guetos. Kendrick Lamar saiu do caminho pré estabelecido por Tupac, Jay-Z e Kanye West entre muitos outros e atingiu o sucesso denunciando a dor dos homens e mulheres negros no território americano.
Clique aqui para ver a atuação de Kendrick Lamar no Grammy.

Kendrick

A apresentação de Kendrick Lamar no Grammy foi uma das mais comentadas.

Morador de Compton, na Califórnia, Kendrick Lamar chamou atenção em 2010 depois do lançamento da mixtape “Overly Dedicated”. No ano seguinte, de forma autoral Kendrick lançou no iTunes de forma independente "Section.80". Com esses dois trabalhos, Lamar despertou o interesse do Dr Dre, que viu um talento fora da linha.

“Good kid, M.A.A.d City”, que foi aclamado pela crítica, chegou nas lojas no dia 22 de outubro de 2012 e vendeu 980 mil cópias até de julho de 2013. Com a moral lá em cima, Kendrick Lamar que assumiu gostar de uma competição contra outros rappers, causou polêmica na participação que fez em “Control”, do rapper Big Sean. Na participação de pouco mais de 3 minutos, Lamar se compara a grandes nomes da história do rap como Tupac e Notorious B.I.G e propõe a discussão de quem é o melhor MC, nomeando-se candidato entre Jay Z, Nas, Eminem, Andre 3000.

Já em 2015 “To Pimp a Butterfly" foi mais um arrasa quarteirões. O disco do ano na opinião de Barack Obama, que se declarou fã do rapper, a gente pode ver influências do funk, jazz e soul, gêneros fortemente ligados a cultura negra. Já nas letras, o verso de Kendrick continua afiado, desta vez falando mais do mundo e menos de Compton.

Barack Obama

Barack Obama, o presidente dos Estados Unidos, é um dos ilustres fãs de Kendrick Lamar

“Untitled Unmastered” são músicas que estavam prontas, mas acabaram ficando de fora do “To Pimp a Butterfly”. Por conta disso, esse trabalho segue a linha do anterior. Um detalhe que chama atenção neste trabalho é que as músicas não possuem título, são chamadas de untitled o número da música e a data que ela foi feita. Na verdade essa regra tem uma exceção, a sétima música carrega no lugar da data o intervalo entre os anos de 2014-2016.

Tags:
COMPARTILHAR