AGUARDE
24 julho 2016

Olha o crocodilo!

Ataque na Costa Rica chama atenção para o perigo deste animal em picos próximos de saída de rios

Na sexta-feira, 22 de julho, por volta das 7 horas da manhã, o surfista americano Arthur Jonathan Betker foi atacado por um crocodilo enquanto atravessava a boca de um rio, de cerca de 30 metros, que divide as praias Grande e Tamarindo, na província de Guanacaste, na Costa Rica.
Surfistas e moradores locais prestaram os primeiros socorroes em Arthur. Foto: Reprodução Internet

Surfistas e moradores locais prestaram os primeiros socorros em Arthur. Foto: Reprodução Internet

O médico que atendeu o surfista canadese disse que ele teve sorte. Foto: Reprodução Internet

O médico que atendeu o surfista canadese disse que ele teve sorte. Foto: Reprodução Internet

O acidente que virou notícia na comunidade do surfe não é inédito neste local.
Desde 2013 há pelo menos seis relatos de ataques de crocodilos a seres humanos na Costa Rica. Dois destes casos também aconteceram na região de Tamarindo e envolveram surfistas. Em outubro de 2013 um surfista espanhol foi atacado e em março de 2015 foi a vez de um canadense, que precisou levar pontos no pé.
Neste ataque de 2015, Urs Schmid, presidente da associação de desenvolvimento de Tamarindo na época, afirmou a um jornal local, que em 22 anos, somente tinha ocorrido um ataque de crocodilo sério. Porém, o aumento no número deste tipo de ocorrência fez eles pedirem ajuda ao ministério do Meio Ambiente.

Isso foi uma grande surpresa, mas está ficando perigoso.

Apesar deste apelo de 2015, a região de Tamarindo ainda não recebeu placas de alerta aos visitantes sobre a presença de crocodilos por ali. Com isso, Arthur Betker foi mais uma vítima deste perigoso réptil. O americano, que chegou a travar uma luta corporal com o animal, que também o atingiu na cabeça, perdeu muito sangue e foi levado em estado de choque para o hospital, onde passou por uma cirurgia para amputar parte da perna direita.
A Costa Rica, que é conhecida mundialmente pelo ecoturismo e pelas excelentes ondas para a prática do surfe, vive um momento delicado com relação aos crocodilos, já que muitos guias locais e turistas estão alimentando os animais. Esse ato afeta não só a cadeia alimentar como também os hábitos dos crocodilos que passam a ir para as margens dos rios e areias atrás de comida.
Para evitar problemas, a Costa Rica está investindo na conscientização de seus moradores e alertando os turistas de que a prática de alimentar os bichos é proibida.
Muitas praias e rios já possuem este aviso. Foto: Reprodução Internet

Muitas praias e rios já possuem este aviso. Foto: Reprodução Internet

Tags:
COMPARTILHAR