AGUARDE
07 abril 2015

Os 7 filmes mais chocantes

Veja quais são as produções mais perturbadoras da história do cinema

É verdade que os filmes blockbusters nunca sairão de moda, já que funcionam como válvulas de escape para muita gente. No entanto, há momentos em que queremos ver filmes “cabeças”, que nos fazem mais refletir do que relaxar, ou longa-metragens que contêm uma dose de suspense e acabam nos chocando. Cenas violentas, histórias assustadoramente verdadeiras, situações insanas e atos perturbadores: esses são alguns ingredientes dos filmes mais chocantes da história da sétima arte. E talvez você não queira recorrer a eles quando desejar fugir do clichê. Decidimos ilustrar apenas com fotos, já que os trailers dos filmes são considerados "pesados", mas nada impede que a sua curiosidade faça você pesquisar pela web e encontrá-los.

Última obra do cineasta italiano Pier Paolo Pasolini, Salò é uma adaptação do romance 120 dias de Sodoma, escrita por Marquês de Sade. O filme conta a história de quatro aristocratas que raptam diversos jovens de ambos os sexos e os torturam de forma cruel e sangrenta, antes de os assassinarem. Uma obra terrível, talvez por isso tenha sido banida em diversos países, mas ao mesmo tempo indispensável, já que é uma crítica direta ao regime fascista, ao abuso de poder e à desigualdade. Salò é mais do que uma tortura psicológica, é um verdadeiro manifesto político de Pasolini.O próprio nome já revela o conteúdo do filme. Terror Sem Limites é a primeira produção do diretor sérvio Sr?an Spasojevi? e traz a história de um ator pornô no fim de sua carreira. Para garantir a estabilidade financeira da família, ele concorda em participar de uma nova produção que, sem saber, o faz cometer terríveis atos como abuso infantil e necrofilia. O filme, proibido e/ou censurado em alguns países, é uma expressão exata da mente de um pervertido psicopata e ultrapassa o limite do suportável. Repugnante, o longa ainda conta com um final surpreendente.Esse filme de 1987 é nojento em todos os sentidos. Com a explícita temática de ser algo “erótico para necrófilos”, Nekromantik traz um casal, Rob e sua esposa Betty, que não se importa se seus parceiros sexuais morreram há muito ou pouco tempo. Inúmeras cenas indesejáveis fazem parte da produção e você tem que ter MUITO estômago para aguentá-las. Escrito e dirigido por Jörg Buttgereit, o próprio comandante dessa loucura revelou que nunca teve a intenção de ser diretor e que Nekromantik foi feito apenas para protestar contra o sistema de classificação de filmes da Alemanha e chocar o máximo de pessoas possível.

Pôster do filme alemão de 1987.

Assinado pelo cineasta John Waters, Pink Flamingos teve baixo orçamento e foi lançado no circuito underground dos Estados Unidos. No entanto, a produção alcançou um notável sucesso e logo se tornou ícone do cinema bizarro. Também pudera, o ator Harris Glenn Milstead deu vida a Divine, a mais famosa - e mais louca - drag queen do século XX. Tudo nesse filme é grotesco, as cenas vão desde se alimentar de fezes a sexo entre um casal e uma galinha. Definitivamente, não é aconselhável assistir depois de uma refeição (ou em qualquer outro momento).O drama francês narra, de trás para frente, a história de uma vingança. Dois amigos desesperados saem à procura do homem que teria estuprado e espancado a atual namorada de um e ex do outro. Dirigido por Gaspar Noé, o filme volta no tempo e mostra como os dois descobriram o autor do crime e ainda apresenta o próprio crime. Por conta disso, a cena de estupro em Irreversível é uma das mais angustiantes do cinema e a morte do estuprador, na qual a câmera está em um plano bem fechado, também provoca vários sentimentos diferentes no espectador.Lançado em 2004, o filme é para aquelas pessoas fortes. Ele é o único dessa lista que trata a pedofilia abertamente e a gente sabe que nem todo mundo está preparado para ver cenas desse tipo. Apesar do assunto desconfortável, Mistérios da Carne é um tanto quanto lúdico, principalmente pelas memórias de um dos personagens principais, o qual acha que foi abduzido por ETs, quando na verdade sofreu abuso sexual. Outro personagem, vivido por Joseph Gordon-Levitt, se tornou garoto de programa e nunca tirou da cabeça o que aconteceu com ele na infância. O filme é chocante porque mostra os traumas causados pela pedofilia na vida das duas crianças, além de algumas cenas fortes de estupro.Dirigido pelo inconfundível Pedro Almodóvar, A Pele Que Habito é um filme de suspense que não provoca gritos nem sustos. A verdade é que a produção dá um nó não só na garganta, mas sim no corpo inteiro. No seu primeiro suspense, Almodóvar acerta em cheio ao soltar as respostas para os acontecimentos aos poucos, prendendo o espectador até o impactante final. Mas para fazer jus a uma posição nessa lista, espere cenas que nunca sairão da sua mente e te deixarão com enjoos e calafrios.

Tags:
COMPARTILHAR