AGUARDE
11 abril 2016

Personalize sua prancha

Saiba como deixar seu foguete com a sua cara

As primeiras pranchas de surfe da história eram de madeiras, feitas pelos próprios surfistas e sem pinturas. Hoje em dia o panorama é outro, elas são feitas de bloco de polioretano, resina e, na maioria das vezes, já saem da fábrica do jeitinho que a gente quer. O problema é quando a prancha começa a ficar amarelada, está com muitos consertos ou quando você já encheu o saco da aparência dela. A solução é personaliza-la e pensando nisso nós selecionamos algumas pessoas que são feras nesse quesito.

 


  • Jeferson Guedes

O artista plástico Jeferson Guedes, já pintou cerca de 10 mil pranchas nos últimos 13 anos utilizando ar comprimido e canetinhas. Ex-surfista profissional e morador de Ubatuba, cidade que recebe inúmeros campeonatos de surfe, ele já deixou a sua arte registrada em pranchas de surfistas do mundo inteiro. Para conhecer melhor o trabalho do Jeferson acesse https://www.facebook.com/godblessart. No vídeo abaixo mostra o processo de pintura na prancha do surfista profissional Filipe Toledo.


        • Gabriella Berner

Gabriella Berner é artista plástica, mas sua especialidade são telas. Começou a pintar pranchas depois que um amigo sugeriu e mesmo com receio, pois são superfícies bem diferentes, ela resolveu arriscar e o resultado ficou bem bacana. Além das canetinhas Poscas, ela tinta acrílica que dá um efeito bem diferente. Berner divulgou o trabalho em grupos no facebook, mas segundo ela o preço cobrado não agradou muito e o trabalho dela acaba sendo mais frequente nas telas.


      • Renata Diehl

A modelo e freesurf Renata Diehl faz desenhos super criativos nas pranchas com as canetinhas Poscas, que são à base de água com secagem rápida. Na matéria que ela escreveu para o blog da Roxy ela destaca que, para o desenho não sair na primeira sessão de surfe, tem que passar verniz para fixar. Saiba mais: http://www.roxybrasil.com.br/anterior/blog/como-desenhar-na-prancha-de-surf/


      • Fernanda Infanti

A surfista e artista plástica Fernanda Infanti trabalha com pinturas em pranchas há 4 anos. Ela trabalha com marcadores de varias cores e com pontas de espessuras diferentes, para ter diversos riscos e texturas. A dica dela pra quem quer começar é fazer um esboço com um lápis, para saber exatamente onde desenha na prancha sem perder a percepção do desenho, usar marcadores para ter mais firmeza ao desenhar, mas sempre com cuidado para não danificar a prancha. Ela destaca que Spray ou pincéis podem deixar uma camada grossa de tinta na prancha, o que alteraria o peso e a qualidade da prancha ao surfar.

Tags:
COMPARTILHAR