AGUARDE
24 março 2015

Pinturas em 3D pelo mundo

Conheça um pouco mais essa fantástica arte

Ainda pouco famosa no Brasil, a pintura em 3D (ou anamórfica) fascina pela sensação de ser “quase real”. O pioneiro dessa técnica tridimensional foi o norte-americano Kurt Wenner, que a introduziu pela primeira vez na década de 2000 em um Museu de Arte de Santa Barbara, na Califórnia, nos Estados Unidos.A perspectiva é a peça-chave dessa arte. O ângulo correto da pintura, a geometria utilizada e outros fatores têm que ser levados em conta para que as pessoas tenham a noção de realidade e para que uma atmosfera de altura e vertigem seja criada. Cada pintura tem a sua peculiaridade, mas normalmente os artistas fazem o esboço no chão com giz para depois passar a tinta por cima. E o resultado é impressionante: uma perfeita obra de arte!

Além de Wenner, outros artistas fazem esse tipo de arte. A lista inclui a dupla Joe Hill e Max Lowry, que criou a maior pintura 3D do mundo, Edgar Müeller, Julian Beever, Manfred Stader, Gregor Wosik, Leon Keer e o brasileiro, Eduardo Kobra.

Tags:
COMPARTILHAR