AGUARDE
12 outubro 2016

Procura-se emprego

As mascotes das Olimpíadas estão desempregadas. Assim como o Fuleco, da Copa do Mundo da FIFA de 2014, ninguém mais quer saber de Tom e Vinícius.

Depois de alguns anos vivendo uma vida de campeão de Big Brother, agora terão que enfrentar a dura realidade de um Rio de Janeiro que não oferece muitas oportunidades de trabalho.

Mudar para São Paulo nem pensar. Como a maioria dos cariocas, esta é uma opção evitada a todo custo.

O novo perfil no LinkedIn ainda não ajudou muito. Com pouca experiência em negócios, nada de útil apareceu. A melhor opção até agora são oportunidades no setor de entretenimento, mais especificamente salões de festas infantis. Mas a coisa está feia: palhaços, batmans, pokemons e outros personagens de segundo escalão estão aceitando trabalhar pela metade do salário.

Se souberem de alguma coisa, inbox.

Tags:
COMPARTILHAR