AGUARDE
24 março 2016

Projeto Ozzie

Confira as últimas novidades da perna australiana do Tour com o Projeto Ozzie

O Projeto Ozzie, criado em 2015 com o objetivo de mostrar os bastidores, competição e o que acontece de melhor durante a perna australiana do Tour de elite da WSL está de volta e com gás total. Nossa equipe, liderada pelo chefe de redação do Woohoo, Bruno Bocayuva e o repórter cinematográfico, Gabriel Rios, está enviando conteúdos diários, atualizando as últimas notícias e novidades dos eventos de Bells Beach e Margaret River.
Pelo terceiro dia consecutivo foi decretado folga para terceira etapa do Tour de elite, que tem como cenário as ondas temperamentais de Margaret River, no oeste australiano. Com isso, Bruno Bocayuva e o cinegrafista Gabriel Rios aproveitaram a ocasião e exploraram o lado cultural de Margaret. Num dia lindo e de muito sol, eles visitaram a famosa Calgardup Cave, e também a baía de Hamelin, onde tiveram a oportunidade de ter um contato bem próximo das arraias. Confira!

Mais um dia de folga, com isso Bruno Bocayuva aproveitou o momento para dar um volta por lugares tradicionais do centro de Margaret River, palco da terceira etapa do Tour de elite desta temporada de 2016. Confira.

A terça-feira foi de folga para elite do surfe mundial, que está concentrada na região de Margaret River, Austrália, para a disputa da terceira etapa da temporada. A previsão é que as ondas melhorem apenas na sexta-feira e enquanto isso, Bruno Bocayuva faz um rápido flashback com o que rolou de melhor no domingo de altas ondas no Main Break de Margaret River. Confira!

Neste último sábado, dia 9 de abril, o ídolo australiano Taj Burrow anunciou oficialmente a sua aposentadoria do circuito mundial. Aos 37 anos de idade, sendo 18 deles dedicado ao tour de elite, Taj engrossa a lista dos aposentados e se junta nomes como o norte-americano CJ Hobgood, o havaiano Fredrick Patacchia, que haviam decidido pendurar a camisa de lycra na temporada de 2015.
Taj é sem dúvidas uma grande inspiração tanto como surfista como pessoa e não é a toa que segue idolatrado por seus serviços prestados ao longo de uma grande carreira como surfista profissional.

No sábado de sol e boas ondas, a organização da 3ª etapa do circuito mundial da WSL colocou na água as últimas baterias da primeira fase e todos os embates da rodada de repescagem.

Destaque para o havaiano John John Florence que protagonizou um espetáculo na última bateria da primeira fase, pro convidado e número 1 do ranking do QS, Leonardo Fioravanti, que mandou o 11 vezes campeão mundial Kelly Slater para casa e pro nosso Wiggoly Dantas, que superou o convidado e local Jack Robinson com uma performance exemplar.

Aproveitando as boas condições, a organização da terceira etapa do Tour de elite da WSL colocou as disputas na água logo no primeiro dia da janela de espera.

 

Sol, terral e ondas de até 2 metros formaram o cenário ideal para a realização das 6 baterias da rodada inicial da categoria feminina e mais 9 confrontos do masculino. Destaque para as apresentações de Julian Wilson e Italo Ferreira. Gabriel Medina foi outro que fez bonito.

Recordar é viver e já que a próxima etapa acontece em Margaret River, Bruno Bocayuva relembra a vitória histórica de Adriano de Souza neste mesmo evento na temporada de 2015.

Australiano vence segunda etapa consecutiva e dispara na liderança da briga pelo título mundial de 2016. Com apresentações contundentes, Wilko quebra jejum de 17 anos sem uma vitória de um surfista goofy no tradicional point break australiano e assegura ainda a liderança do ranking até a etapa brasileira do Tour.

Ainda sobre o dia memorável do CT de Bells, Bruno Bocayuva relembra baterias de alto nível que marcaram a sexta-feira, dia 1º de abril na Austrália. Destaques para o brasileiro Italo Ferreira e o norte-americano Conner Coffin, que venceu um confronto alucinante contra Mick Fanning e Jordy Smith. Pra finalizar, uma aula de surfe de borda com o havaiana e tricampeã mundial, Carissa Moore.

Norte-americana supera a surfista da casa Sally Fitzgibbons e vence etapa num mar épico na icônica direita australiana. Com imagens exclusivas, o Projeto Ozzie exibe detalhes desta final eletrizante, que coroou Courtney Conlogue como grande campeã e também como a nova líder do ranking na briga pelo título mundial. Confira.

O sol saiu, o terral apareceu e as ondas voltaram. Esse foi o cenário da quinta-feira e uma prévia do que pode ser o final de semana em Victoria, na Austrália.
Sendo uma excelente alternativa para o campeonato caso as ondas de Bells não agradem, as direitas rápidas e cavadas de Winkipop ofereceram excelentes condições nesta quinta-feira e muita gente foi pra água testar os equipamentos e pegar intimidade com as ondas do pico, mas nosso foco principal foram as performances do tricampeão mundial Mick Fanning e o estreante nesta temporada de 2016 no tour de elite da WSL, Caio Ibelli. Se liga que é surfe na pressão e de alto nível.

Bruno Bocayuva aproveitou o dia de folga no CT de Bells Beach e foi conferir a cena local do skate em Victoria. Numa pista super divertida, localizada atrás do complexo de lojas da Surf City de Torquay, ele conheceu a molecada, que mostrou muita desenvoltura tanto com a câmera quanto com o carrinho no pé.

O dia foi de folga para elite do surfe mundial, mas não para o tricampeão mundial, Mick Fanning, e o atual líder do ranking, Matt Wilkinson. A dupla de australianos fez uma boa ação nesta terça-feira de ondas irregulares e levou o surfista adaptado, Barney Miller, para uma sessão memorável de surfe em Bells. Se liga!

A segunda-feira foi intensa em Bells Beach. Em condições desafiadoras, a organização da segunda etapa do Circuito da Elite Mundial colocou as seis baterias pendentes da terceira fase e num cenário cabuloso, os destaques ficaram por conta dos australianos Mick Fanning e Davey Cathels, além do brasileiro Caio Ibelli.

Enquanto Mick passeou diante do suplente havaiano, Dusty Payne, Caio Ibelli virou de forma dramática a bateria contra o fenômeno havaiano John John Florence para avançar a quarta rodada. No duelo que fechou o dia, Gabriel Medina escolheu mal as ondas e perdeu para o estreante no Tour, o australiano Davey Cathels.

O terceiro dia de ação em Bells Beach contou com disputas entre as mulheres e os homens. No projeto Ozzie Bruno Bocayuva destaca a vitória do líder do ranking Matt Wilkinson, que seguiu direto para a terceira fase e Stephanie Gilmore, que passou pela segunda fase, mas caiu mais uma vez na segunda repescagem.

Nesse segundo episódio, Bruno Bocayuva mostra como foi a estreia vitoriosa de Gabriel Medina e Adriano de Souza. Apesar da expectativa, apenas as seis primeiras baterias foram realizadas e o foco deste Projeto Ozzie é a atuação dos brasileiros campeões mundiais de surfe nesta primeira fase. Solte o vídeo e mergulhe nestes embates.

Nesse primeiro episódio, Bruno Bocayuva dá um rolé pelo evento, e mostra detalhes da estrutura, como a praça de alimentação, a arquibancada, até chegar as areias da cultuada praia Bells. Aperte o play e confira!

Tags:
COMPARTILHAR