AGUARDE
11 maio 2015

Rio Pro adiado para terça-feira

Os melhores surfistas do mundo estão no Rio de janeiro para a quarta etapa do CT

A segunda-feira amanheceu com ondas muito pequenas na Barra da Tijuca e o início do Oi Rio Pro foi adiado para as 7h00 da terça-feira no Rio de Janeiro. A primeira chamada do dia é para as duas categorias, com a comissão técnica decidindo se a etapa brasileira do Samsung Galaxy World Surf League Championship Tour vai começar pela masculina ou pela feminina, depois de analisar as condições do mar. O prazo desta quarta parada da corrida pelo título mundial vai até o dia 22 e os melhores surfistas do mundo ganharam um dia a mais de folga para treinar nas ondas cariocas, ou para descansar da viagem para o Brasil. Com o adiamento da competição, a única atração da segunda-feira na Barra da Tijuca é a coletiva de imprensa dos destaques do circuito mundial às 17h00 no Royalty Hotel Barra, na Av. do Pepê, 690.

Medina vem ao Rio em busca de recuperação

O campeão mundial Gabriel Medina, o líder do ranking 2015, Adriano de Souza, o vencedor da primeira etapa da temporada na Gold Coast, Filipe Toledo, o onze vezes campeão mundial Kelly Slater, o tricampeão Mick Fanning, a bicampeã mundial e líder do ranking atual, Carissa Moore, e a cearense nota 10, Silvana Lima, vão estar atendendo os jornalistas na coletiva de imprensa do Oi Rio Pro. Depois do inédito título mundial conquistado por Gabriel Medina no ano passado e do ótimo início de temporada dos brasileiros nas três etapas da Austrália, a expectativa é de praia lotada todos os dias no Postinho da Barra da Tijuca.
"Já estamos monitorando um grande swell (ondulação) a caminho, teremos que ficar atentos às condições do vento, mas as ondas devem entrar com um bom tamanho e vai ser divertido", disse o comissário da World Surf League, Kieren Perrow, responsável pelo anúncio da decisão da comissão técnica a cada dia do Oi Rio Pro.

"Hoje (segunda-feira) já vimos que não haverá mudanças na condição do mar ao longo do dia, vai se manter assim com ondas pequenas, então o evento ficará "off". Vamos ficar de olho como estará amanhã (terça-feira). Se o vento não ficar muito forte e o swell subir um pouco, poderemos ter boas ondas para começar o evento.

O Oi Rio Pro vai acontecer num momento especial da história do surfe brasileiro. Em 2015, a capital carioca está completando 25 anos sediando etapas válidas pelo título mundial e a data coincide com as festividades dos 450 anos de fundação da cidade do Rio de Janeiro. E esta também será a primeira vez que Adriano de Souza vai competir com a camisa amarela de líder do ranking mundial, posição conquistada com a vitória no Drug Aware Margaret River Pro.

O circo está armado e um grande público é esperado na Barra

Antes, Mineirinho já havia perdido no desempate o título do Rip Curl Pro Bells Beach na final contra o australiano Mick Fanning e parado nas semifinais do Quiksilver Pro Gold Coast, que terminou com Filipe Toledo festejando a sua primeira vitória no Samsung Galaxy World Surf League Championship Tour. Além dos sete integrantes da elite dos top-34, a "seleção brasileira" do CT competirá reforçada pelo catarinense Alejo Muniz e os paulistas Alex Ribeiro e David do Carmo.
"Estou bem tranquilo, já estou aqui no Rio há dez dias treinando para este campeonato e agora é aguardar o dia que vai começar mesmo", disse Adriano de Souza, que falou sobre defender a liderança do ranking no Brasil.

"Este é o sonho de todo surfista, é o objetivo de cada um de nós estar na frente do ranking e graças a Deus eu estou num momento muito bom e estou na expectativa de conseguir mais um bom resultado aqui. Já dei uma caída aqui bem cedinho, as ondas estão realmente fracas hoje (segunda-feira), mas o trabalho não pode parar.

Mineiro vem para o Rio como número um do mundo

Assim como na segunda-feira, a primeira chamada da terça-feira foi marcada para as 7h00 no Postinho da Barra da Tijuca. Como em todos os dias, a comissão técnica do Oi Rio Pro se reúne para analisar as condições e decidir se a competição começa pela categoria masculina ou feminina, ou se será adiada novamente para aguardar por melhores ondas no Postinho ou no Meio da Barra, onde próximo ao Posto 6 está instalada a estrutura alternativa da etapa brasileira do Samsung Galaxy World Surf League Championship Tour.
Se a comissão técnica escolher iniciar o campeonato pela categoria masculina, a primeira bateria do Oi Rio Pro será entre o australiano Taj Burrow, o francês Jeremy Flores e o norte-americano Brett Simpson, com Kelly Slater já entrando no segundo confronto do dia, Gabriel Medina no quarto, Mick Fanning no quinto e no sexto Adriano de Souza estreia com a "lycra" amarela de número 1 do mundo. Se o início for pelas meninas, as primeiras a competir na Barra da Tijuca serão a norte-americana Lakey Peterson, a sul-africana Bianca Buitendag e a havaiana Alessa Quizon.
João Carvalho - Assessoria de Imprensa do Oi Pro RioPRIMEIRA FASE DO OI RIO PRO

1.a: Taj Burrow (AUS), Jeremy Flores (FRA), Brett Simpson (EUA)
2.a: Kelly Slater (EUA), Adrian Buchan (AUS), Ricardo Christie (NZL)
3.a: John John Florence (HAV), Wiggolly Dantas (BRA), C. J. Hobgood (EUA)
4.a: Gabriel Medina (BRA), Fredrick Patacchia (HAV), Alejo Muniz (BRA)
5.a: Mick Fanning (AUS), Italo Ferreira (BRA), Alex Ribeiro (BRA)
6.a: Adriano de Souza (BRA), Kai Otton (AUS), David do Carmo (BRA)
7.a: Josh Kerr (AUS), Jadson André (BRA), Dusty Payne (HAV)
8.a: Jordy Smith (AFR), Sebastian Zietz (HAV), Keanu Asing (HAV)
9.a: Nat Young (EUA), Bede Durbidge (AUS), Glenn Hall (IRL)
10.a: Filipe Toledo (BRA), Kolohe Andino (EUA), Adam Melling (AUS)
11.a: Julian Wilson (AUS), Miguel Pupo (BRA), Matt Banting (AUS)
12.a: Joel Parkinson (AUS), Owen Wright (AUS), Matt Wilkinson (AUS)

PRIMEIRA FASE FEMININA OI RIO PRO

1.a: Lakey Peterson (EUA), Bianca Buitendag (AFR), Alessa Quizon (HAV)
2.a: Sally Fitzgibbons (AUS), Johanne Defay (FRA), Laura Enever (AUS)
3.a: Carissa Moore (HAV), Dimity Stoyle (AUS), Luana Coutinho (BRA)
4.a: Tyler Wright (AUS), Coco Ho (HAV), Keely Andrew (AUS)
5.a: Courtney Conlogue (EUA), Silvana Lima (BRA), Sage Erickson (EUA)
6.a: Malia Manuel (HAV), Tatiana Weston-Webb (HAV), Nikki Van Dijk (AUS)

Tags:
COMPARTILHAR