AGUARDE
03 outubro 2018

Samuel Pupo é campeão sul-americano pro junior da WSL 2018

Irmão do ex-top do CT ainda garantiu vaga no Mundial da WSL em Taiwan

O domingo passado, dia 30 de setembro, foi decisivo para a seleção masculina pro junior já que a seletiva que rolou em Lobitos, no Peru, definiu não só o campeão sul-americano pro junior 2018 como também os surfistas da América do Sul que irão participar do Mundial Pro Junior da World Surf League em Taiwan, no início do mês de dezembro. Irmão do ex-top do CT, Samuel Pupo foi o grande destaque desse evento, registrando as maiores notas nas esquerdas do pico. 

Na finalíssima contra o peruano Jhonny Guerrero, Samuel teve mais trabalho, no entanto assumiu a ponta quando conseguiu boas notas em duas ondas seguidas. Com o placar de 14,85 a 13,35, o paulista Samuel Pupo confirmou o título de campeão sul-americano pro junior da WSL em 2018. A cobiçada vaga no Mundial Pro Junior veio para Samuca ainda nas quartas de final e o time sul-americano ainda vai contar com o também brasileiro Eduardo Motta e a dupla de peruanos que impediu a equipe de ser 100% verde e amarela: Jhonny Guerrero e Raul Dañino. 

DECISÃO FEMININA VAI PARA O BRASIL

Já entre as mulheres, a definição do time sul-americano acontece nesse fim de semana em São Francisco do Sul, Santa Catarina, num evento organizado por Marina Werneck exclusivamente feminino. A atual campeã sul-americana, Sol Aguirre, foi a grande campeã em Lobitos e fez final com outra peruana, Danielas Rosas, assumindo o controle desde o início da bateria. Sol passou dos 15 pontos de somatório e comemorou não só a vitória em casa como também a vantagem na busca pelo bicampeonato sul-americano. O ranking da WSL América do Sul vai somar os resultados desses dois eventos, do Peru e do Brasil, e a primeira colocada ficará com o título de campeã sul-americana pro junior de 2018. A segunda posição também vai gerar briga, já que vale vaga no Mundial Pro Junior da World Surf League dessa temporada.  

 

Tags:
COMPARTILHAR