AGUARDE
20 janeiro 2016

Será que esta evolução pega? Veja como acompanhar sua performance nos esportes de ação!

Equipamento registra detalhes das performances no surfe e snowboard

Não é de hoje que a tecnologia faz parte da rotina dos esportistas, sejam eles amadores ou profissionais. Mas um equipamento lançado no final de 2014 promete revolucionar este progresso, o Trace Up.

Este dispositivo, de 50 mm de diâmetro e 22 de altura, acoplado na prancha promete:

      • registrar a altura dos aéreos;

      • saber a distância percorrida;

      • contar quantas ondas você pegou;

      • mostrar os movimentos feitos durante as manobras;

      • marcar quantas calorias foram gastas;

      • comparar sessões e ondas;

      • armazenar essas informações para você medir sua evolução durante um determinado período;

      • comparar sua performance com a dos amigos.

Porém as promessas do Trace Up, que custa US$ 199,99, não param por aí. Este aparato é compatível com a Go Pro e basta sincronizar os dois aparelhos para você, além de ver os registros do Trace up, assistir sua performance em vídeo.

A ideia da empresa é criar uma rede de contatos de usuários do Trace Up e com isso fazer com que esportistas amadores se sintam estimulados a evoluir através de uma competição saudável com os amigos. Como se fosse uma rede social, você compartilha seus dados com os amigos.

 

Ainda nesta linha de interatividade, em dezembro de 2015, o Trace Up organizou uma competição virtual com 26 surfistas entre 13 e 16 anos, que durou entre 1º e 31 de dezembro. Os garotos competiram em 6 categorias: distância percorrida, número de manobras executadas, número de ondas surfadas, velocidade numa única onda, melhor vídeo e melhor performance geral.

 

Os campeões em cada categoria se enfrentaram numa bateria real, que rolou no QS 1000 de Huntington Beach, Shoe City Pro.

 

Trace Up

Reprodução do Instagram da Trace Up com os finalistas do evento em Huntington.

 

Essa novidade, que promete empolgar os esportistas mais ligados em tecnologia, já faz parte da rotina das estrelas do surfe Jordy Smith e Brett Simpson e do snowboard Joss Christensen, Spencer Whiting e Tim Humphreys.

 

Jordy Smith

Jordy Smith é o representante do Trace Up na elite do surfe mundial. Foto: Reprodução Internet

 

 

 

 

Como surgiu o Trace Up

No dia 31 de julho de 2013, a ActiveReplay, especializada em tecnologia voltada para os esportes radicais, criou na plataforma de financiamento coletivo, Kickstarter, um projeto em busca de US$ 160 mil. Pouco mais de 1 mês depois, o objetivo financeiro foi atingido e o empreendimento passou para a fase de produção de software e hardware.
O prazo de janeiro de 2014 para entrega dos produtos para quem colaborou com o empreendimento não foi cumprido, mas em outubro os equipamentos foram entregues e desde então a ActiveReplay segue trabalhando na evolução deste produto, que promete virar assunto em 2016.

Em sua coluna no Woohoo News, Antonio Ricardo vai além e sugere o uso do Trace Up no julgamento da WSL. Vocês concordam?

Tags:
COMPARTILHAR