AGUARDE
03 maio 2015

Shane Dorian é o Big Rider

Surfista havaiano conquista dois prêmios no XXL e rouba a cena em noite de gala do big surfe

Aconteceu na noite da última sexta-feira, 1º de maio, na Califórnia, Estados Unidos, a edição de 2015 do XXL, o Oscar do surfe de ondas grandes. Nesta temporada, que foi apontada como a mais internacional por Bill Sharp, criador do Big Wave Award, a grande novidade foi o selo da World Surf League. A WSL, que também comanda o Big Wave Tour, aproveitou a ocasião para entregar o troféu de Makua Rothman, campeão do Big Wave Tour 2014/2015.

Este ano tivemos uma grande variedade de países participando com ondas incríveis surfadas. Desde que eu comecei o prêmio de ondas grandes há 15 anos, essa é a temporada mais internacional.

O dono da maior onda foi o alemão, Sebastian Steudner, que encarou uma avalanche de água salgada em Nazaré, Portugal, no dia 11 de dezembro. Além de Steudner, Ross Clarke-Jones e Hugo Vau também chegaram a final do XXL na categoria maior onda do ano com performances em Nazaré no dia 11 de dezembro.

Apesar de Sebastian Steudner ter ficado com um dos prêmios mais disputados da noite, o grande destaque do XXL 2015 foi mais uma vez o havaiano Shane Dorian. O surfista que impressiona pela coragem e técnica foi eleito o protagonista da melhor performance e ainda levou para casa o cheque mais valioso da premiação, o de onda do ano. Shane Dorian que já havia vencido outros 5 troféus do XXL em edições anteriores ganhou o prêmio de 50 mil dólares graças a sua performance em Puerto Escondido, no México.

O Brasil estava na final do prêmio de performance feminina do ano com Silvia Nabuco, mas foi a havaiana Paige Alms, que deixou muita gente impressionada com seu tubo surfado em Jaws no dia 22 de janeiro, quem levou com mérito o prêmio.

Outro brasileiro que estava no páreo era Marcio Freire, que viu a vaca de Benjamin Sanchis em Nazaré ter sido a escolhida.

A lista de campeões da edição de 2015 do XXL ainda inclui Matahi Drollet, de apenas 16 anos, que foi eleito o melhor tubo da temporada e Jamie Mitchell que venceu na categoria maior onda na remada. Neste último prêmio, o fotógrafo Fred Pompermayer também foi contemplado com um cheque de 4 mil dólares, já que o registro de Mitchell em Mavericks, na Califórnia, foi dele.

Veja um vídeo com o melhor do surfe de ondas grandes em 2014.

Tags:
COMPARTILHAR