AGUARDE
24 setembro 2016

Silvana Lima entra em ação no primeiro dia do Brasileiro de Surfe Feminino

Gabriel Medina também marca presença na etapa única do campeonato das mulheres

O primeiro dia do Campeonato Brasileiro de Surf Feminino foi marcado por grandes performances das atletas nas categorias Profissional, Sub 18, Sub 12 e Sub 10. Durante todo o sábado, dia 24 de setembro, o canto direito da Praia de Itamambuca, em Ubatuba, recebeu as disputas de mulheres de todo o país. 

Tainá Hinckel de apenas 13 anos foi um dos grandes destaques do dia, assim como no ano passado. A surfista da Guarda do Embaú fez a maior nota do evento, um 8.25 e avançou para a segunda fase da competição. A jovem prodígio também segue nas disputas da categoria profissional:

“Eu comecei o dia competindo a sub 18 e as ondas estavam muito boas. Eu estou muito feliz de estar aqui em Itamambuca de novo para mais um ano do Campeonato Brasileiro”

Outro destaque do dia foi a cearense Yanca Costa. A atleta, que hoje mora no Rio de Janeiro, acaba de se profissionalizar: “Me preparei dois meses antes para esse campeonato. A Claudinha Gonçalves está me ajudando muito e estou treinando muito forte.” Yanca enfrentou a sua conterrânea Silvana Lima na bateria de estreia da profissional.

Sophia Medina, irmã do campeão mundial Gabriel Medina, avançou para a final da categoria Sub 12, que aconteceu na manhã de domingo logo no primeiro horário. Gabriel marcou presença no campeonato prestigiando a família de Wiggolly Dantas, seu amigo de Tour, e sua irmã. 

Os colegas da elite da WSL ainda tentaram negociar uma sessão de freesurfe em um dos intervalos da competição, mas, por questões contratuais com a entidade do surfe, não tiveram a liberação para o show de performance.

Tags:
COMPARTILHAR