AGUARDE
18 junho 2015

Surfista cego realiza sonho em Mentawai

Derek Rabelo pegou altas ondas no paradisíaco arquipélago da Indonésia

Portador de glaucoma congênito, doença rara que causa a cegueira, Derek Rabelo nunca enxergou, mas nem por isso abriu mão dos seus sonhos. Ao resolver aprender a surfar de quilha aos 17 anos, Derek, que ganhou seu nome em homenagem ao surfista Derek Ho, não imaginava chegar tão longe.

O garoto destemido se inscreveu numa escola de surfe na Praia do Morro, em Guarapari, no Espírito Santo, e ganhou alguns padrinhos como o professor Fabio Maru e o bodyboarder Magno Passos. Notícia nos jornais e na televisão, Derek foi convidado para ir ao Havaí e lá, como aconteceu aqui, ele impressionou muita gente. Também não era para menos, enquanto a maioria dos surfistas amarela, Derek não precisou da visão para aceitar o desafio de colocar para baixo em Pipeline.

Com um documentário contando sua história lançado em vários países, Derek aumentou ainda mais seu nome e se tornou um embaixador do esporte. E foi com este cargo que ele realizou o sonho de surfar em Mentawai.

Mentawai é um sonho para todos os surfistas, por ser um lugar onde as ondas são perfeitas e tubulares.

Derek Rabelo explorando as ondas de Mentawai. Foto: Divulgação Billabong

Derek Rabelo explorando as ondas de Mentawai. Foto: Divulgação Billabong

O garoto, que é exemplo de superação e força de vontade, acrescentou na sua lista, além de Teahupoo e Jaws, voltar para Mentawai e pegar altos tubos.Como surgiu a ideia de uma trip pra Mentawai?
Mentawai é um sonho para todos os surfistas, por ser um lugar onde as ondas são perfeitas e tubulares. Comigo não foi diferente, porque sempre sonhei em estar lá. Já queria planejar isso há alguns anos e no início deste ano surgiu a oportunidade de realizar este sonho.

O que você achou das ondas de lá?

Sem palavras! Não tem como comparar com qualquer lugar que já estive. As ondas são perfeitas e tubulares, com mais um pouco de adrenalina por conta do reef. Em algumas ondas eu até encostava o pé no reef apenas estando sentado no outside.

Quais bancadas você surfou?

Bankvaults, Burger World, Good Times, Beng Beng, Kandui, Pit Stop e Nipussy.

Derek Rabelo segue realizando sonhos. Foto: Divulgação Billabong

Derek Rabelo segue realizando sonhos. Foto: Divulgação Billabong

Quais são suas impressões sobre estas ondas?

Ondas pesadas, rápidas e bem rasas, que quebram sobre corais afiados. É difícil sair dos tubos, porém é uma escola para o surfe ser aprimorado. Resumindo tudo isso com as minhas palavras: “Go Fast or Go Home”!

E sobre o feeling de entubar?

Como foi a minha primeira trip para as Mentawai, não me dei tão bem desta vez quanto aos tubos, pois a leitura da onda é bem complexa. Não tenho o que reclamar porque Deus foi maravilhoso por permitir que eu fosse pra lá surfar essas ondas tão sonhadas por todos.

Como têm sido seus treinos?

Eu tenho sempre feito um treino funcional focado para o surfe, me alimentado bem e sempre que possível surfando para melhorar minha performance a cada dia. As dicas e orientações de amigos são fundamentais para a evolução.

Qual será a próxima investida?

Retornar para a Mentawai assim que possível (risos). Esse lugar é insano e hoje tenho um desafio de voltar e pegar altos tubos, deep de preferência. Teahupoo e Jaws continuam na minha lista e assim que Deus permitir estarei embarcando. Agradeço muito a Deus por ter realizado mais um sonho e gostaria de agradecer a toda a galera do Playground Surf Resort, em especial ao Guilherme, Pedro Castelões e ao Reca, por também terem me orientado a pegar altas ondas.

 

Para conhecer um pouco mais sobre este exemplo de vida, confira o trailer de Além da visão, uma produção dirigida por Bruno Lemos e Luiz Werneck.Durante a última etapa do CT 2015, a equipe do documentário realizou uma sessão para convidados no North Shore e o Woohoo, que estava na meca do surfe mundial, cobriu este evento e você pode revê-lo no canal oficial do Woohoo no Youtube.

Tags:
COMPARTILHAR