AGUARDE
18 janeiro 2019

Tyler Newton vence Backdoor Shootout 2019

Japonês revelação do evento, Keito Matsuoka, ficou em terceiro

A meca do surfe mundial não negou fogo. Foram dias de ondas clássicas em Pipeline, no Havaí, palco da edição de 2018 do Da Hui Backdoor Shootout, evento realizado só para convidados e muitos havaianos em homenagem ao lendário Duke Kahanamoku. O campeonato não segue quaisquer regras que estamos acostumados: sem lycra, sem final propriamente dita e sem escala de 0 a 10. O Backdoor Shootout dá nota 12 às ondas que os juízes consideram perfeitas. Assim que a lenda do Havaí, Eddie Rothman o “Fast Eddie” dá o sinal verde para o campeonato, os surfistas entram na água integrando também seus times de patrocinadores.

Único a atingir a nota máxima, o japonês Keito Matsuoka foi a revelação do evento e protagonizou ainda outros bons tubos insanos em Pipe, contabilizando todas essas ondas na competição virtual “Wave of The Winter”, promovida pelo site Surfline.com. Mas na verdade, quem saiu campeão do Backdoor Shootout 2018 foi o surfista do Kauai, Tyler Newton. Também com notas excelentes, inclusive um 11,5, ele somou 31,83 pontos e faturou não só o cheque de quarenta mil dólares como deu ao seu time, o Weed Maps, a primeiríssima colocação.

 

 

A vitória de Newton e a performance de Matsuoka ganharam elogios de ninguém menos que Sir Kelly Slater. O 11 vezes campeão do mundo escreveu em seu Instagram sobre o emocionante discurso de superação do havaiano e da conversa que teve com o japonês depois da onda 12 em Pipeline. O vice-campeonato ficou com o local Jamie O’Brien enquanto a terceira posição terminou com Matsuoka. Nomes conhecidos no Havaí e no cenário do surfe mundial, Bruce Irons e Seth Moniz, esse último estreante na elite da WSL em 2019, também representaram a Weed Maps e terminaram na quinta e sétima posições, respectivamente. Sópara refrescar a sua memória, as outras categorias do Backdoor Shootout, stand up paddle e longboard, foram finalizadas no início dessa semana. O havaiano de sangue brasileiro Mo Freitas venceu no SUP enquanto o Duane DeSoto levou a melhor no pranchão. Brasileiro convidado do evento e campeão da edição de 2018, Phil Rajzman participou pela terceira vez do Backdoor Shootout.

 

 

Tags:
COMPARTILHAR