AGUARDE
11 fevereiro 2015

Vencedores do Grammy 2015

O cantor de apenas 22 anos, Sam Smith, roubou a cena e levou quatro prêmios para casa

Considerado o Oscar da indústria musical, a 57ª edição do Grammy Awards aconteceu na noite de domingo, 8 de fevereiro, em Los Angeles, California, Estados Unidos. A premiação reuniu lendas da música como Tony Bennett e Paul McCartney, além de Madonna, Beyoncé, Rihanna, Stevie Wonder, Usher e muitos outros. O cantor inglês Sam Smith, de apenas 22 anos, roubou a cena e levou para casa quatro prêmios: de canção e gravação do ano, melhor álbum pop vocal e artista revelação. A inspiração de seu disco de estreia veio de uma decepção amorosa e ao receber o último prêmio, o londrino não teve vergonha de dizer:

Obrigado ao cara que partiu meu coração, você me deu quatro Grammys.

Mas o inglês de voz poderosa não foi a única novidade da noite. A academia surpreendeu a todos e entregou o prêmio de melhor álbum do ano para o cantor norte-americano Beck - que ainda faturou mais dois gramofones. Ele competia com os favoritos, Beyoncé e Sam Smith, além de Ed Sheeran e Pharrell Williams. Por conta disso, o rapper Kanye West quase repetiu a gafe do VMA de 2009 e ameaçou subir no palco para, mais uma vez, contestar o vencedor do prêmio. (0:25)

A cerimônia teve três horas e meia de duração e mais apresentações do que prêmios anunciados, já que a maior parte dos vencedores nas 83 categorias já tinha sido revelada antes da festa. O espetáculo foi bem equilibrado, com performances leves e pesadas revezando o palco. A diva Madonna fez uma apresentação “diabólica”, assim como a banda AC/DC, e apresentou pela primeira vez a sua música “Living for love” cercada de dançarinos com chifres. Katy Perry emocionou o público com a performance de “By the Grace of God”, enquanto Ed Sheeran agitou a plateia com o seu hit “Thinking Out Loud” ao lado de John Mayer. A lenda do jazz, Tony Bennett, e a cantora Lady Gaga também animaram a noite com a apresentação da música “Cheek to Cheek”. Mas o show mais esperado da premiação foi do trio Paul McCartey, Rihanna e Kanye West, que fizeram uma apresentação simples de “FourFiveSeconds”. Paul comandou o violão e os outros dois ficaram nos vocais.

Além de Sam Smith e Beck, outros três artistas levaram prêmios importantes para casa: Pharrel Williams, Beyoncé e Miranda Lambert. Pharrell ganhou três gramofones: nas categorias “melhor performance solo pop” e “melhor clipe” com a sua música “chiclete” “Happy” e melhor álbum contemporâneo R&B com “Girl”.

A diva Beyoncé também levou a estatueta em forma de gramofone em três categorias: “melhor performance de R&B” e “canção R&B” com “Drunk in Love” e “melhor álbum surround sound” com “Beyoncé”.

Já a cantora country Miranda Lambert faturou a categoria “melhor álbum country” com “Platinum”. A loira recebeu o prêmio sob os olhares orgulhosos do seu marido e cantor do mesmo gênero, Blake Shelton.

Confira agora os vencedores de outras categorias:

Álbum de rock - "Morning Phase" - Beck

Álbum Pop Vocal Tradicional - "Cheek to cheek", Lady Gaga e Tony Bennett

Performance Pop em duo ou grupo - "Say something", Christina Aguilera e A Great Big World

Performance rock - "Lazaretto", Jack White

Música de rock - "Ain't it fun", Paramore

Performance Metal - "The last in line" - Tenacious D

Álbum alternativo - "St. Vincent" - St. Vincent

Álbum eletrônico: "Syro" - Aphex Twin

Gravação dance - "Rather Be", Clean Bandit e Jess Glynne

Álbum R&B - "Love, Marriage & Divorce", Tony Braxton e Kenny Edmonds

Disco de rap - "Marshall Matters LP2" - Eminem

Melhor colaboração de rap - "The monster" - Eminem e Rihanna

Melhor música de rap - "I", Kendrick Lamar

Melhor performance de rap - "I", Kendrick Lamar

Performance country solo: "Something in the water", Carrie Underwood

Performance country em duo ou grupo: "Gentle on my mind" - The Band Perry

Música country - "I'm not gonna miss you"

Filme musical - "20 feet from stardom"

Música escrita para mídia visual - "Let it go"

Trilha sonora - "Frozen Original Soundtrack"

Álbum surround sound - "Beyoncé", Beyoncé

Remix não clássico - "All of me" (por Tiesto, de John Legend)

Encarte - "Lightning bolt", Pearl Jam

Arranjo instrumental ou a capella - "Daft Punk", Pentatonix

Box ou edição especial - "Rise & Fall Of Paramount", Jack White e mais

Melhor engenharia de som de álbum - "Morning phase" - Beck

Álbum de reggae - "Fly rasta", Ziggy Marley

Álbum de world music - "Eve" - Angelique Kidjo

Álbum infantil - "I am Malala"

Produtor do ano, não clássico - Max Martin

Álbum de texto falado: "Diary of a mad diva", Joan Rivers

Tags:
COMPARTILHAR