AGUARDE
17 março 2017

WSL premia "Baterias do Ano" da temporada de 2016

Taj Burrow e John John Florence foram reconhecidos por embate épico em Fiji

A tradicional noite de gala da WSL aconteceu, como de costume, antes do início da primeira etapa do ano na costa dourada australiana. O evento, que reúne todos os surfistas da elite para a premiação dos melhores da última temporada, reviveu momentos emocionantes do Tour de 2016.

Entre os destaques, a gente relembra as baterias que foram escolhidas como as melhores do ano. Começando pelos homens, o embate entre o atual campeão mundial John John Florence e o agora aposentado Taj Burrow na etapa de Fiji foi o mais votado. Os tops se enfrentaram na terceira fase da quinta etapa de 2016 e Taj se despediu do Tour logo após a emocionante bateria, concluindo sua carreira na WSL com chave de ouro e uma performance que deixou todos seus colegas de carreira vibrando. O somatório final foi 18,76 para o príncipe Havaiano contra 18,60 para a lenda da Austrália. Com ondas somente na casa dos nove, a disputa foi realmente épica, com direito a um tubo memorável de John John.

 

 

Entre as mulheres, a final do CT de Bells Beach foi a escolhida para levar o prêmio de melhor de 2016. O confronto entre as tops Courtney Conlogue e Sally Fitzgibbons aconteceu na segunda etapa do ano e só reafirmou o alto nível do surfe feminino atual. Por uma diferença mínima de um décimo, a norte-americana Courtney foi quem tocou o tão sonhado sino de Bells. Sally somou um 8,10 e um 8,33, enquanto a campeã conseguiu uma nota na casa dos nove para garantir a pequena vantagem na grande final. 

 

 

Tags:
COMPARTILHAR